red shoes


Ainda a brincar com o polyvore. E desde que vi aquela foto da Leighton, quero comprar uns botins vermelhos mas ainda não vi nenhuns que gostasse. Acho que vou esperar pelos saldos...

bbc vida selvagem

Quase fui atropelada duas vezes entre a zona dos vestuário e a dos provadores. Quase me peguei com uma tonta que reclamou por eu trazer dois vestidos de camurça cinza – na H&M tenho sempre de experimentar o 34 e o 36. Big deal. O 34 ficava-me apertado na cintura, o 36 fazia pregas a mais. Eu até conheço uma boa casa de peles que também faz arranjos… mas não confiei. Não havia aquele feeling.

E aquela belíssima e singela bolsa igualmente em camurça cinza, da colecção de homem? Nem sequer veio para a loja do Chiado.

Os seguranças que guardavam a zona reservada dos sapatos, carteiras e acessórios - apenas acessível com as pulseiras coloridas atribuídas às primeiras 160 na fila - pareciam já recear pela sua integridade física, ainda que protegidos pelas barreiras de separação. Tanta sorte não tinha a funcionária encarregue de repor a roupa experimentada nos provadores, que esteve por várias vezes prestes a ser linchada.

Resultado: não comprei nada. Mas a experiência foi gira. Assim numa perspectiva de David Attenborough a observar uma matilha de leões a emboscar gazelas no meio da savana.

Última nota para uma citação do jornal Público: "...espelhando o drama de resistir à largada de "fashionistas" e à escassez de peças, uma francesa, entre o irritado e o incrédulo, comentava: "C"est ça, la crise au Portugal!" Bom. Seria aquela que passou por mim com uma carteira Goyard? Diz o roto ao nu...

Porém a manhã não se deu por desperdiçada. Ainda dei um belo passeio pela Rua Augusta, bebi um chocolate quente, e encontrei n'A Outra Face da Lua um vestidinho de veludo anos 60, completamente swinging sixties, como novo e que me assenta como uma luva, como se tivesse sido feito à medida para mim. Foi amor à primeira vista. Agora foi para a limpeza a seco, mas logo que puder mostro fotos.

eh pá, isto é giro!


A capa / camisola estilo nativo americano da Monsoon e os botins Topshop são mesmo meus, comprados recentemente em Londres. O resto é uma ideia de conjugação com peças básicas (por acaso até tenho uma carteira igual a esta mas é preta e não tem zips de lado). Adoro fazer colagens e isto é bem mais fácil que trabalhar no Photoshop. E pode fazer-se no escritório...

jimmy choo for H&M: a survival guide

Meninas, para que amanhã entre mortos e feridos se salvem todos... breve resenha de factos úteis para quem pensa ir amanhã à loja da H&M no Chiado para ver / comprar artigos desta colecção:

1. A loja abre às 10:00 da manhã.

2. Segundo informação disponível no portal H&M, para evitar multidões e permitir uma experiência mais ordenada, o acesso à loja vai funcionar segundo um sistema de pulseiras de acesso:

a) As primeiras 160 pessoas na fila vão receber uma pulseira que lhes dará direito de acesso, a uma hora específica, aos sapatos, carteiras e acessórios de senhora da colecção Jimmy Choo.

b) Atenção que o acesso às roupas de senhora e à colecção para homem Jimmy Choo não está abrangido pelo sistema da pulseira.

3. Dêem uma vista de olhos na colecção no portal H&M para terem uma ideia preliminar das peças que pretendem.

4. Se planeiam comparecer à porta da loja antes da hora de abertura, agasalhem-se: o Instituto de Meteorologia prevê para amanhã de manhã períodos de chuva fraca.

Não se esqueçam... be nice, divirtam-se e boas compras!

icon: grace jones


Ainda Madonna andava por Nova York a enviar demos às editoras, e Lady Gaga nem sequer era nascida, reinava já Grace Jones como suprema em talento e estilo. Vestida por criadores como Azzedine Alaia, "grafitada" pelo próprio Keith Haring, as poderosas voz e personalidade de Grace nunca deixaram ninguém indiferente. Grace Jones continua tão avant garde como nunca, por isso estas T-shirts disponíveis na Zara vêm mesmo a calhar. A minha já cá canta.

my statement necklace

Uma das tendências mais interessantes em bijutaria nos últimos anos é o chamado bib necklace ou collier necklace, assim chamado porque parece uma gola à volta do pescoço. É particularmente útil no Inverno porque fica muito bem sobre uma simples camisola de gola alta e traz alegria ao look, chamando a atenção para a zona do rosto. Ora este género de colares é basicamente um pedaço de tecido sobre o qual se cosem aplicações e pedrarias, atando à volta do pescoço com uma fita de gorgorão ou cetim.


Colar By Malene Birger, € 169 / Colar Marni, € 948,11
Colar Lanvin, € 969 / Colar Miu Miu, € 420

Sabendo isto, há que perguntar: mas que raios passa pela cabeça dos criadores para cobrar estes preços? Com o mesmo dinheiro compro eu uma peça em ouro!

E por isso um belo dia aventurei-me a fazer eu mesma o meu statement necklace... e o meu statement é: sim sou maravilhosa, sou talentosa, e não estou para gastar rios de dinheiro num pedaço de tecido com pedrarias, quando posso fazer uma peça única para moi même.

1. Procurem inspiração em revistas, na internet, etc. Ou então façam como eu e dirijam-se a uma retrosaria deixando que a inspiração siga o seu curso. Este colar foi todo montado à volta do aplique do pavão, por exemplo (comprei-o na loja do museu Victoria and Albert em Londres, mal o vi imaginei logo o colar). As pedras são botões em cristal Swarovski (foram um bocado caras, mas o efeito, oh my God!) Usem pedrarias, apliques, botões novos e velhos, aproveitem aquela pregadeira que se estragou... uma vez decidido o motivo do colar, comprem um pedaço de feltro na cor escolhida e façam um primeiro ensaio da disposição das peças.


2. Com uma tesoura e um pedaço de papel dobrado ao meio façam um molde para a peça de feltro. Ensaiem ao espelho e corrijam o formato se necessário.


3. Com um marcador desenhem o molde no feltro e recortem com cuidado. Façam os buracos nas pontas dobrando em quatro e cortando um cantinho muito pequenino.


4. Façam um ensaio final da disposição das peças. Eu tirei uma fotografia e coloquei-a no ecrã do computador enquanto fazia o colar. Colem os apliques com cola para tecido, seguindo as instruções da embalagem, e cosam os botões ou pedrarias um a um.


5. Passo opcional: uma vez cosidos os botões ou pedrarias, virem o feltro ao contrário, cortem as linhas e usem uma gota de cola para tecidos sobre cada nó. Atenção para que a cola fique o mais lisa possível, caso contrário poderá arranhar ou puxar linhas caso usem o colar sobre uma peça de roupa.


6. Finalmente, passem fitas de cetim ou gorgorão nos buracos e atem com um nó. Passo opcional: se a fita for 100% poliester podem, com muito cuidado, usar um isqueiro para selar as pontas, de modo a que estas não desfiem. E aqui está o resultado final!

I can see Russia from my house

Uma lufada de ar fresco para quem está farta de ver celebridades a fazer olhares pretensamente sedutores tipo Blue Steel na capa das revistas de moda, a Harper's Bazaar (americana) de Novembro traz na capa Tina Fey, criadora e intérprete da hilariante série 30 Rock.


E Tina é tão hilariante em pessoa como o é a interpretar Liz Lemon ou a parodiar Sarah Palin. Só para abrir o apetite, algumas quotable quotes...

Sobre a prática de yoga: "You will still die. I'll do grave yoga. Someone can come and stretch me in my grave."

Sobre o uso de Botox: "You can point any kind of laser at my face, but I don't think Botox is for me. I think it is bad. People who have too much, they look like their faces are full of candles — a shiny, shiny face."

oh jimmy jimmy

Contra mim falo. Mas a verdade é que, para mal dos meus pecados, provavelmente no Sábado de manhã lá estarei à porta da H&M no Chiado em vez de estar a dormir um soninho descansado. A colecção da Jimmy Choo para a H&M é na sua maioria um bocado adornada demais para o meu gosto, mas encontram-se algumas pérolas. Ah, aquele vestido de camurça cinza!


Estas são as minhas peças preferidas da colecção. Que é como quem diz, ficam devidamente avisadas para se afastarem delas... pelo menos as sabrinas em zebra, tenho quase a certeza que as vou comprar. As outras peças, logo se vê.

in the navy


O modo verdadeiramente económico de aderir à moda dos casacos militares: encontrar um verdadeiro casaco militar... eu tenho um casaco de farda comprado recentemente em Portobello Road por £ 30, muito parecido com este (a propósito, também foi comprado numa loja de roupa militar usada) que saiu no último número da Elle francesa . Só ainda não o usei porque, embora tenha tido a sorte de encontrar um casaco de farda de senhora, é um tamanho maior que o meu e precisa de ser arranjado. Alguém conhece em Lisboa uma boa modista / um bom alfaiate para este género de trabalho? Anyone?

'tis the season to be merry


Pois é... já anda no ar a colecção de maquilhagem da MAC para o Natal 2009! Depois das caixas ornamentadas em estilo barroco das colecções de 2007 e 2008, este ano a MAC aposta em embalagens simples e estilizadas.

As colecções sazonais da MAC são uma óptima oportunidade, pois os kits de pincéis e as paletas não só são bonitos, como práticos e funcionais, representando uma economia relevante sobre a opção de comprar os produtos separados. Eu graças a kits de anos passados já estou servida de pincéis, mas uma paleta não falha...

Aqui ficam as imagens da colecção de paletas e kits que em breve estarão no balcão MAC mais próximo... Infelizmente, e como sempre, não sei se todos estes mimos estarão disponíveis em Portugal.

Paletas de sombras:






Paletas de batons:





Paletas de blush:




Kits de pincéis:




Kits de lábios:




Kits de olhos:




Kits de gloss:





Kits de pigmentos:





Batom, gloss, sombras, blush, etc:



gripe, moi?


Não estou nem de perto nem de longe tão glamorosa como a nossa querida diva Miss Piggy. Agora com licença que vou para a cama ver episódios novos do Heroes e dormir.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...