a inquietude












© Alison Scarpulla


Que dias há que na alma me tem posto
Um não sei quê, que nasce não sei onde;
Vem não sei como; e dói não sei porquê.

Luís de Camões

1 comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...