dama(s) de copas


O que têm estas mulheres em comum? Nenhuma delas deixou os seus créditos por mãos alheias... Marilyn Monroe e Jane Russell foram tão famosas pela figura como pelo talento; a invejável silhueta de Marlene Dietrich muito devia a um misto de soutien e corpete feito à medida que a mesma usou até ao fim da vida(o que só veio a ser revelado na sua biografia Marlene Dietrich by Her Daughter escrita pela filha, Maria Riva); e as protagonistas da série Mad Men levam a autenticidade histórica ao extremo, com roupas vintage e lingerie exactamente ao estilo da época - soutien, cinta, combinação, the works!

Nem tanto ao mar nem tanto à terra, o que me traz ao assunto desta entrada: desde que ouvi falar da loja Dama de Copas que estava cheia de vontade de a visitar. Mas os meus horários são um pouco ingratos e a loja fica no Chiado, por isso depois de muito adiar lá marquei uma sessão de bra fitting esta semana.

Eu já conhecia o conceito do bra fitting, mas (achava eu) nunca tinha tido grandes problemas em escolher soutiens, embora tivesse o eterno tique de estar sempre a ajeitar as alças. Achei a ideia do atendimento personalizado muito atractiva, e igualmente atractivo o leque de marcas que a loja representa.


E como foi a experiência? Nem sei por onde começar! Para já, a Dama de Copas é mais um estúdio ou atelier que propriamente uma loja... fica num primeiro andar, deixando longe o bulício da Rua do Carmo, e está tão impecavelmente decorada que senti ter entrado num daqueles filmes dos anos 30 que tanto aprecio!

Mas o melhor ainda estava para vir. Eu sempre comprei tamanhos 34/36 copas B/C, conforme as marcas, e depois passava a vida a ajustar as alças e a pô-las no sítio porque me deslizavam dos ombros. A assistente tirou-me as medidas e...

... explicou-me que na verdade eu era um tamanho 30 copa E. Ou seja, o facto de eu andar sempre a ajustar as alças devia-se a comprar tamanhos de costas muito largos, que não proporcionavam apoio suficiente e depois tentava colmatar isso ajustando as alças, mas só funcionava até certo ponto. Posto isto, lá fui experimentar soutiens na minha "nova" medida e realmente a diferença era abismal. Com as costas mais justinhas fica tudo impecavelmente no sítio e devidamente aconchegado, e as alças não se mexem um milímetro! E como se tudo isto não bastasse era cada soutien mais bonito que o outro, e logo eu que adoro rendinhas, cetim e muito glamour. Saí de lá com três modelos - incluindo este preto, o modelo Lucy - e já planeando voltar quando receberem mais stock.


E já me esquecia, também têm bikinis amorosos e muito retro. Enfim, definitivamente encontrei o sítio certo para a Dita Von Teese que há em mim...

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...