começo a ter algumas saudades do frio...


Luvas Caroll, € 55

...que certamente desaparecerão aos primeiros cinco minutos de aguaceiro de Outono em Lisboa. Ah, maldita natureza humana de sempre se desejar o que não se tem!

dança das cadeiras


Eu por norma não costumo escrever sobre as danças das cadeiras que tanto se viram e reviram no mundo da moda, mas este rumor não só vem de uma fonte respeitável como é verdadeiramente bombástico e atinge duas das minhas marcas preferidas... Escreve Suzy Menkes no New York Times que Raf Simons poderá deixar a Jil Sander para substituir Stefano Pilati na Yves Saint Laurent!

Não sei bem o que pensar sobre isto. A verdade é que adoro tanto o trabalho de Simons na Jil Sander, como o trabalho de Pilati na Yves Saint Laurent. Mas por outro lado, e como eu própria reflecti recentemente ao tomar a decisão de mudar de situação profissional, às vezes o "estar bem" é perigoso, gera a estagnação e prejudica o processo criativo. O que nos espera ao virar da esquina? Nunca sabemos, e é isso a vida. Rumor ou não, tenho a certeza que estes dois continuarão a deslumbrar-nos onde que que estejam...

pára tudo!!! URBAN DECAY regressa à Sephora!

Camaradas! As mulheres portuguesas manifestaram a sua vontade e o grande capital acedeu! A marca Urban Decay está de volta aos expositores nacionais da Sephora! Já tinha lido rumores na blogosfera sobre a existência de Urban Decay na mais recente loja Sephora aberta em Braga, mas nada me podia preparar para a surpresa de dar hoje de caras com um expositor Urban Decay na loja do Colombo! Só faltou o coro de anjinhos a cantar Aleluia!


E passando a coisas práticas: o que se recomenda? Desde logo o produto de culto Eyeshadow Primer Potion do qual já vos tinha falado, e que agora vem numa pequena bisnaga muito mais prática para espremer o produto até à última gota! E não posso deixar de fazer referência às paletas de sombras da marca, que são sempre uma óptima oportunidade. A mais recente sensação de culto é a Naked Palette, que essencialmente tem todas as sombras castanhas de que uma mulher pode precisar. No Colombo ainda não tinham, mas explicaram que ainda estão a receber produtos e que na próxima semana deve chegar.

E vamos a uma aulinha de matemática? Uma sombra individual da Urban Decay tem 1,5gr de produto e custa cerca de € 16 (a marca anda na mesma gama de preços da MAC). A Naked Palette tem 12 sombras com 1,3gr cada e custa € 41. Nas palavras imortais que um Primeiro Ministro proferiu... é só fazer as contas.

canguru, diz-me tu o segredo dos teus cabelos lindos e sedosos...



Cheguei eu há coisa de um mês das margens do Mediterrâneo, para encontrar à minha espera uma adorável encomenda dos senhores da Aussie! Mas quando abri a caixa resmunguei para mim própria, ora bolas que acertaram logo na linha menos adequada para o meu cabelo. Recebi um 3 Minute Miracle e ainda um champô e um amaciador da linha Miracle Moist, indicada para cabelos secos, estragados e um bocadinho infelizes (e desde os meus tempos de consumidora Aussie em Inglaterra, sim, sempre achei que quem lhes escreve as etiquetas merece um Pulitzer).

Ora, o meu cabelo é oleoso e pintado, embora entre as madeixas que deixei de fazer há uns meses, e uma semana de praia, tivesse ficado com as pontas bastante secas. Uma semana com o champô e as máscaras do costume não surtiu grande efeito: as pontas continuavam secas e a provocar efeitos algo estranhos no meu corte de cabelo...



Então comecei a usar a linha da Aussie e fiquei bastante surpreendida. Pelos vistos andei a julgar mal as necessidades do meu cabelo de há uns bons tempos para cá! A verdade é que a diferença foi notória à primeira lavagem, e isto usando apenas o champô e o amaciador. É que eu ainda nem sequer abri a embalagem de 3 Minute Miracle...

Nunca me esqueci do maravilhoso cheirinho que têm os produtos Aussie (meninos, se alguma vez quiserem entrar no mercado das velinhas de aromas, eu compro), mas já não me lembrava como são práticos os champôs da marca. Fazem imensa espuma (sim, mesmo o da linha hidratante), de modo que eu, que sempre lavei o cabelo em dois tempos, tenho andado a fazer uma única passagem de champô usando o equivalente a uma moeda de 20 cêntimos de produto na palma da mão... Outro factor muito prático é que os champôs vêm em embalagens de 300ml e os amaciadores em embalagens de 250ml... é que quando vêm em embalagens iguais, o champô acaba sempre primeiro!

O meu único receio era que ao segundo dia (eu lavo o cabelo dia sim dia não) se revelasse um efeito derrame de petróleo. E para meu espanto, não. OK, o cabelo fica um bocadinho mais flat que o costume, mas como eu tenho um corte liso até ajuda. Ultimamente andava a acordar com o cabelo espetado em todas as direcções...

Já estou a usar o champô e o amaciador da Aussie há duas semanas e estou rendida. É certo que a linha Miracle Moist é talvez um pouco rica demais para o meu cabelo, mas no estado pós-praia era mesmo do que estava a precisar. Acho que quando acabar estes vou para a linha Colour Mate.



A Aussie entra no mercado português com quatro linhas que já estão disponíveis nos hipermercados:

Miracle Moist: para cabelos secos, estragados e um bocadinho infelizes
Colour Mate: curiosamente, é para cabelos pintados
Frizz Miracle: para cabelos rebeldes, frisados, "por favor comporta-te"
Mega Instant: para o cuidado diário

Dica: Se quiserem experimentar os produtos, podem ir ao Facebook da Aussie Lovers Portugal e preencher o pedido de amostras. E aproveitem para participar no passatempo Aussie Girls Night Out, onde, além de um Kit Aussie, poderão ganhar convites para a festa de lançamento de Aussie em Portugal, que irá decorrer em Lisboa, no próximo dia 29 de Setembro às 19h30m.

Disclaimer: Produtos oferecidos pela marca.

[aprovado pela Troika] SPF cosmetics

Seguindo o exemplo de marcas fast fashion como a Zara e a TopShop, a Springfield lança hoje uma linha de cosméticos com cores, embalagens e sobretudo preços muito atraentes.



A estética boudoir escolhida para a colecção é amorosa sem ser kitsch, incluindo alguns toques adoráveis como as embalagens de lip balms em formato de cupcakes e donuts (uma delícia com zero calorias). Confesso-me muito curiosa com este lançamento e brevemente poderão encontrar-me numa loja Springfield a investigar criteriosamente a colecção...







moving pains

Nas próximas duas semanas, vou actualizar o estaminé menos do que gostaria; uma constante das mudanças, é descobrir a indescritível quantidade de tralha que acumulamos nas gavetas do gabinete. Entretanto, tomem lá qualquer coisinha para regalar os olhos (e oh, como se arregalaram os meus...)

Botins Charlotte Olympia @ MyTheresa, € 700

prada | candy


Já devem ter reparado que eu escrevo pouco sobre perfume, e quando escrevo acabo sempre a dar porrada nesta moda actual dos perfumes que cheiram a doces. A verdade é que eu adoro perfume, mas sou um bocado old-fashioned e/ou esquisita e/ou só um bocadinho viciada em coisas que só se conseguem comprar em Paris ou Nova York (ou então estão na prateleira dos fundos da perfumaria porque ninguém lhes toca).

Então porque raio resolvi escrever sobre o novo perfume Candy da Prada? Bom, a verdade é que sempre vou experimentado todos os perfumes que saem, nem que seja para dizer mal. Mas fiquei agradavelmente surpreendida com este perfume! Em primeiro lugar, apesar do nome, não é um daqueles cheiros adocicados, frutados e totalmente artificiais que por aí pululam em muito frasquinho de água de colónia. O perfume baseia-se em três acordes: caramelo, almíscar e benzoína, que é uma resina vegetal aromática. A impressão que fica na pele é uma espécie de mistura de musk com caramelo a ferver no tacho e prontinho a deitar na forma do pudim. É muito agradável e mais será numa manhãzinha fria de Inverno.

A seu favor, Candy tem ainda um grafismo muito original e algo retro, e ao contrário dos outros perfumes da Prada tem uma boa duração na pele (porque comigo os outros Pradas desaparecem ao fim de uma hora). Um aviso à navegação: a "tampa" não é na verdade uma tampa e sim o vaporizador do perfume, ou seja, pressiona-se para sair a vaporização sem fazer mais nada. Tentem não fazer como eu, que decapitei o frasco e fiquei com ar de idiota no meio da Sephora.

vrrooom! vrrooom!



Não é um amor? É o meu mais recente achado da Feira de Antiguidades, Alfarrabistas e Artesanato na Avenida da Liberdade, da qual já vos tinha falado aqui, e que teve mais uma edição no passado fim-de-semana.

Adorei especialmente o pormenor de ter uma legenda a identificar o modelo de cada carro... Mal posso esperar por usá-lo numa manhã cinzenta a alegrar um casaco preto!

set fire to the rain

walking distance

Pois é... vou passar a trabalhar aqui:


O que significa que à hora do almoço...


...interditem-me já.

Mas a sério, é um local fantástico para se trabalhar, está tudo à mão, restaurantes, lojas, spas, cabeleireiros, manicures, papelarias, ginásios, e aquela alameda com árvores frondosas é tão calmante em contraste com o bulício eterno da avenida.

e mesmo assim continuo sem ganhar o Euromilhões

Lembram-se de vos falar sobre as kilim boots? Pois é, se alguma vez precisar de mudar de profissão acho que tenho futuro como trendspotter, porque esta estação elas começam a aparecer em tudo quanto é sítio! E se já existem as versões high obscenamente caras, também temos o low bem mais adequado a carteiras em tempo de crise.


Botas Cobra Society @ Net-a-Porter, € 896 | Botas Pull&Bear, € 59,99

E assim gira o mundo... No Net-a-Porter aparece uma marca nova chamada Cobra Society que consiste essencialmente em vender um conceito alheio a preços ridículos (por este dinheiro comprava cem pares de botas em Marraquexe e abria uma sapataria). Já na Pull & Bear as nossas botinhas mudam de continente e passam a chamar-se "botas navajo". Espero que isto não dê origem a algum incidente diplomático.

[film crush] beginners

Sendo um filme com interpretações maravilhosas e surpreendentes de todos os protagonistas, Beginners (sim, há um título em português; como de costume, é mau) merece destaque aqui no estaminé pelo charme resolutamente gamine de Mélanie Laurent.







E eu que não tenho paciência para bicharada tirando o meu periquito, tenho de confessar que fiquei encantada com o cão Arthur (interpretado por Cosmo). Começo a achar que é uma vergonhosa discriminação o facto de só entregarem prémios de representação a humanos.

olha olha afinal

Chega uma pessoa de férias e dá de caras com uma fornada inteira de lojas online novinhas em folha, courtesy of Grupo Inditex que depois do estrondoso sucesso da loja da Zara alargou agora o comércio electrónico às restantes marcas. Pelo que temos:

Zara

Uterque

Massimo Dutti

Pull& Bear

Bershka

Oysho

Stradivarius


Francamente eu só me arriscaria a comprar coisas online nas três primeiras, porque nas restantes prefiro mesmo ver e tocar o produto antes de comprar... mas sempre dá jeito para consultar o catálogo e encontrar um determinado produto em determinado tamanho ou cor sem correr todas as lojas da cidade!

yves saint laurent | jardin de minuit

Mais uma colecção de maquilhagem Outono/Inverno que me parece particularmente bem conseguida e fiel à estética da marca. Agora com licença que vou só ali ao lado experimentar uns batons...






any way the wind blows doesn't really matter to me

September sucks

Desculpem lá meninos e meninas, mas nem a proximidade da Fashion's Night Out consegue distrair-me da refinada catástrofe que é o mês de Setembro. Aos últimos estertores do Verão, com o aumento do trânsito, o bronzeado a sair, o frio e a chuva a fazerem as suas primeiras aparições, juntam-se na saison 2011 o aumento dos impostos, o aumento dos combustíveis, o aumento dos impostos, o aumento puro e simples, a segunda prestação do IMI, e diz-me o senhor do ACP hoje de manhã ah e tal a sua bateria já não dá para carregar tem de comprar uma nova, e digo eu ah mas que interessante e isso em quanto fica? e diz-me ele com mão de obra são duzentos e sessenta e quatro euros e quarenta e oito centimos.

Portanto é bem possível que eu tenha um surto psicótico nos próximos tempos, especialmente se exposta a:

(i) imagens do Ministro Vítor Gaspar a explicar medidas de austeridade no Parlamento;

(ii) campanhas publicitárias de regresso às aulas; e/ou

(iii) os anúncios do "cabaz família" do Pingo Doce.

... ou seja, cerca de 87% da programação dos canais portugueses nos últimos tempos. Com licença que vou mudar para o National Geographic a ver se imagens de um leopardo a estraçalhar a garganta a uma gazela me acalmam.

Está bem, pronto, nem tudo está mal. Coisas interessantes que chegam no mês de Setembro:

A colecção de maquilhagem Illusions d'Ombres da Chanel, com as hiper desejadas sombras em creme que dão pelo mesmo nome. A foto não lhes faz justiça... cor saturadíssima e um brilho fantástico.


E como não podia deixar de ser, três vernizes maravilhosos incluindo o mágico Peridot, um verde dourado cintilante a fazer lembrar a carapaça de um insecto exótico:


O novo sérum Visionnaire da Lancôme, que graças a um novo composto patenteado promete a redução dos poros e luminosidade da tez. Eu, que sou bastante céptica em relação a este género de promessas, fiquei intrigada com o artigo que li sobre este produto. A ver quando começam a aparecer as amostras...


... and last but not least: mais uma marca da família Inditex a ter loja online! E vem mesmo a calhar, porque a colecção de Outono/Inverno tem carteiras bem bonitas. E porque eu nunca, nunca encontro o 36 nesta loja!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...