Davines | naturaltech

Chegaram hoje as coisinhas da Davines que ganhei no giveaway The Stiletto Effect! Recebi um Energizing Shampoo, um tratamento Energizing Gel e uma máscara Nourishing Hair Building Pak. Depois conto coisas. Para já, digo que o design da marca é das coisas mais inspiradoras que vi nos últimos tempos.

 
 

Papermoon

Aqui há um ano, corri tudo por um casaco preto e acabei por comprar um casaco que, bem, não era totalmente preto. Este ano acabou por acontecer-me o mesmo. Precisava de uma carteira preta estruturada, forma especialmente difícil de encontrar para quem quer um clássico ma non troppo e não está com orçamento para comprar uma Del Rey ou uma Antigona!

Passei hoje pela Furla pois adorei o modelo Papermoon que lançaram esta estação... dito e feito, constatei que adoro todas as cores da Papermoon excepto o preto! Acabei por comprar a cinza metalizado, assunto resolvido.

Haverá pessoas a quem o preto total assenta como uma luva, mas já percebi que isso é uma cena que a mim não me assiste... o instinto leva-me sempre a misturar o preto com cores vivas ou cores claras.

Quanto ao resto dos saldos: distância. Que a minha paciência é zero.

Santa, baby!


Já vos aconteceu comprar várias coisas online e chegar tudo ao mesmo tempo? Aconteceu-me hoje ontem, sem tirar nem pôr!

A loja Beauty Bay tem estado a fazer um Advent Calendar com promoções e/ou passatempos diários mais ou menos engraçados. No dia 14 a promoção era a Beauty in Demand Box: uma caixa-mistério limitada a 500 encomendas, em que por £ 15,40 receberíamos produtos no valor mínimo de £ 45! Eu achei graça e encomendei uma, que chegou hoje toda catita.

A descrição conforme estava no site:


E o que recebi?
 
Tangle Teezer The Original | € 12,20 Tenho a dizer o seguinte: este produto é absolutamente genial, genial para quem tem cabelo super liso como o meu! Mas porque é que eu sei isto? Porque já tenho um!!! Olha que esta! Bem, acho que ainda vai acabar num giveaway. Mas agora a sério. Cabelos lisos. Genial. Ah, e altamente recomendável para crianças também. Se nos cabelos lisos os deixa que nem um espelho, nos de criança desembaraça os nós mais impossíveis.
 
Matrix Biolage Shine Endure Spritz (125ml) | € 12,60 Juro que pensei que isto era uma amostra, imaginem quando fui ao site ver e percebi que é um full size! Pela descrição é um spray de acabamento / laca com fixação e brilho... bom, pode ser que me dê jeito em bad hair days. Vamos a ver.
 
China Glaze #1112 With Love | € 8,37 É um vermelho puro e muito vivo, uma cor linda, mas honestamente... verniz era a última coisa que me faltava agora!!! Este deve ir direitinho para a minha Mãe, que é tão viciada em vermelho como eu.
 
Stila Lip Glaze #18 Sugar Plum | € 18,61 É uma daquelas cores que dá com todos os tipos de pele e cabelo. Já ouvi dizer muito bem deste produto, está na hora de experimentar!
 
bareMinerals Glimmer summer | € 14,30 Sombra em pó, tom dourado mas como é pó solto achei melhor não abrir a embalagem até chegar a casa. Ainda por cima hoje vou de viagem, directa para Santa Apolónia, e tive de encaixar isto tudo na mala, sem falar no saco de presentes que levo atrás.

Pelas minhas contas, isto tudo teria um preço conjunto de € 66,08 | £ 53,80 e eu paguei € 19,12 | £ 15,40. Not bad! Essencialmente, paguei o Lip Glaze e o resto foi à borla.
 
Ao mesmo tempo, guess what? Chegaram os vernizes que eu ganhei no passatempo Facebook da Zuneta! São mesmo os da foto promocional, o conjunto chama-se Coromandel Collection e constitui a colecção Outono/Inverno 2012 da marca. São lindos... cores mates super profundas, estou doidinha com aquele verde escuro:
 

- link para swatches feitos pela Makeup Magpie -

Já agora, um shout-out de elogio para a Zuneta. Eles embrulham os produtos como ninguém, o perigo de alguma coisa se estragar é mínimo. A embalagem dos vernizes vinha embrulhada em fita adesiva dos CTT e com um autocolante de "embalagem danificada", realmente por fora parecia que tinha ido à guerra; mas por dentro vinham três ou quatro mãos-cheias de enchimento bem apertado, no meio do enchimento um embrulho feito com duas ou três folhas A3 de papel crepe, depois um embrulhinho de plástico de bolinhas, e só dentro desse embrulhinho os vernizes! Aquilo resistia ao fim do mundo! E olha, se calhar resistiu.
 
E finalmente... BSO do filme O Hobbit: Uma Viagem Inesperada. Adoro cinema e bandas sonoras, e a obra do compositor Howard Shore para a saga de Tolkien é simplesmente maravilhosa! Esta é a edição especial, que tem algumas faixas extra e um booklet catita. Comprei na FNAC, que por uma vez na vida vende um produto praticamente ao mesmo preço da Amazon.co.uk: € 19,99.

Vertigo | A Mulher que Viveu Duas Vezes


Regressou ontem ao grande ecrã, em versão remasterizada, aquele que é um dos grandes clássicos do cinema e certamente o meu filme favorito de Alfred Hitchcock: Vertigo - A Mulher que Viveu Duas Vezes. Confesso que estou desejosa de ver isto no grande ecrã! Para mim, é um daqueles filmes em que a forma e a substância se unem de forma perfeita e indivisível.
 
 
A história é muito mais do que aparenta à primeira vista. Tudo começa quando John Ferguson (James Stewart), um detective privado que sofre de fobia das alturas, começa a seguir a bela Madeleine Elster (Kim Novak) a pedido do marido desta, que receia que ela sofra de tendências suicidas. Mas nada é o que parece, ou não fosse uma obra de Hitchcock: o enredo vai-se desenrolando em voltas e degraus cada vez mais profundos, cada vez mais próximos da emoção humana.
 
O uso da cor e das técnicas de cinematografia são simplesmente brilhantes e conseguem ilustrar as profundezas do subconsciente sem nunca parecerem excessivos ou desajustados.
 
 
 
Sem entrar em mais pormenores, este é um filme onde o guarda-roupa tem uma importância fundamental no desenrolar do enredo. E como tal, altamente recomendado para quem se interessa por moda. Porque a dada altura o provérbio "o hábito faz o monge" é mesmo levado ao limite e deixa-nos questões alucinantes sobre imagem e identidade.
 
 
Não foi por acaso que Alexander McQueen inspirou a sua colecção de Outono/Inverno 2005 nas heroínas de Hitchcock e neste filme em particular. Dessa colecção nasceu a carteira Novak, um dos clássicos modernos da casa Mcqueen...
 
 
Update: uma pequena nota para quem esteja interessado em ver o filme. Apenas está em exibição nos cinemas UCI do El Corte Inglès (Lisboa) e Arrábida Shopping (Porto). E desconfio que dure muito tempo... há por aí muito "filme pipoca" a rebentar!

talvez as últimas compras antes do fim do mundo, ou talvez não


Recebi hoje um pacotinho com uma encomenda especial de Paris, directamente da Citypharma...  sabia que as coisas eram muito mais baratas lá, mas ainda assim chocou-me que o Embryolisse esteja a ser vendido a € 19,99 numa loja online portuguesa (e as inglesas andam pelo mesmo preço) quando ali custou € 8,98! Alguém anda a ganhar umas belas massas!

Entretanto consegui finalmente fazer uma visitinha à Beauty in a Box... viva, finalmente temos Revlon em Lisboa! Mas desta vez trouxe umas coisitas da Beauty UK para experimentar (sim, a paleta é a Amazon). Ah, já experimentei o Papier Poudré e é muito bom, mas tem o senão de as folhas serem minúsculas. Não têm disto em tamanho A4?

lipstick lust strikes again

Felicity Jones em Dolce & Gabbana @ Fashion Gone Rogue

Estava capaz de dar um órgão para descobrir a referência deste batom. Há grandes probabilidades que seja igualmente Dolce & Gabbana...

"reviews": Garancia Pschitt Magique + En Deux Coups de Baguette


A Garancia é uma das marcas exclusivas da Sephora, e sempre tive alguma curiosidade sobre a mesma, apesar de me parecer que eles não se conseguem decidir entre serem "científicos" ou serem "naturais"... entretanto há uns dias estava eu a aproveitar uma promoção de 20% para comprar prendas de Natal, quando vi que o desmaquilhante En Deux Coups de Baguette  estava com uma promoção de oferta de um mini bastante generoso do "produto estrela" Pschitt Magique e acabei por trazer o duo (que graça aos 20% ficou "à borla" a reboque das prendas...) Depois de uma semana e meia de uso, porém, tenho a dizer que as minhas impressões não são as melhores:
 
Pschitt Magique: Isto é uma espuminha que se aplica no rosto seco, deixa-se actuar trinta segundos e retira-se com água. É um micro-peeling que segundo a marca não tem partículas abrasivas, acido glicolico ou sabão, com pH neutro. Ainda segundo a marca, pode ser utilizado em substituição do produto normal de limpeza, e é adequado para peles sensíveis.

Ora, eu devo ter uma pele meio esquizofrénica, porque sendo ela sensível, e portanto mais adequado o uso de exfoliantes de origem química, a verdade é que não é a primeira vez que tenho uma má reacção a este tipo de produto. Após dois ou três dias a usar o Pschitt Magique uma vez por dia, verifiquei que me apareciam pequeninas borbulhitas aqui e ali, daquelas que são do tamanho de uma cabecinha de alfinete e rebentam de imediato como plástico de bolinhas... de modo que lá acabei a amostra espaçando mais a utilização. Os eventuais benefícios - houve efectivamente um afinamento do grão da pele e alguma diminuição dos poros - foram, portanto, completamente anulados pela reacção adversa.

Isto já me aconteceu uma vez após um tratamento feito na perfumaria com produtos Kanebo Sensai: aplicaram-me o Silk Peeling Powder (um exfoliante de acção química que é um pó que se transforma em espuma no contacto com a água) e no dia seguinte tinha a testa cheia dessas borbulhitas....

En Deux Coups de Baguette: é um creme de limpeza/desmaquilhante do género dos que se massajam no rosto e a seguir retiram com um paninho húmido (o paninho vem com o produto, e é sensivelmente igual ao que veio nas minhas amostras do Eve Lom Cleanser). A aplicação é muito agradável, se bem que eu prefira desmaquilhar separadamente os olhos primeiro; senão quando se chega à parte dos olhos, ficamos com a cara toda cinzenta... É preciso ter o cuidado de massajar bem o rosto, mas este produto realmente desmaquilha a pele deixando uma sensação de limpeza e conforto.

O meu senão com o En Deux Coups de Baguette (para além do nome franciú finório e chato de escrever) é o cheiro. Passo a explicar: isto tem água de rosas na composição, que segundo a bula lhe dá um "perfume suave e envolvente". E realmente na primeira utilização achei o perfume muito agradável. Na segunda utilização comecei a notar que o perfume era um bocadinho... artificial. E da terceira em diante o meu cérebro conseguiu descodificar exactamente o que o meu nariz detectava: é um cheiro que eu só consigo classificar como "plástico", e mais especificamente, "bonecas de plástico". Sim, para mim isto cheira a Nenucos. Chamem-me doida. E olhem que é preciso muito para o aroma de um produto me incomodar! Ela por ela, não vou deixar de usar o En Deux Coups de Baguette só por causa disto, mas que chateia, chateia.

Chanel n.º 5

 
Então a verdade é que eu já andava a ler sobre este anúncio há coisa de um mês, porque quando saiu inicialmente foi alvo de dezenas de paródias por todo o lado e eu não percebia porquê. E agora que isto está a dar na TV a toda a hora, bem, até percebo, porque na verdade não faço ideia do que se está a passar neste anúncio.

Mas estou-me nas tintas. Por mim o Brad Pitt até podia estar a ler as páginas amarelas, que ainda assim isto seria o melhor anúncio de perfumes da Chanel dos últimos anos. Bem melhor que aquele anúncio arraçado de Moulin Rouge da Nicole Kidman, ou o insuportável anúncio do Coco Mademoiselle com a Keira Knightley.

E olhem que eu nem sou assim inveterada do rapaz, mas diabos, quando ele olha para a câmara e diz "There you are!", bem, Angelina, se estiveres a ler isto é melhor trancá-lo em casa...

Wee!


E depois de anos a fio a participar em todo o género de sorteios na internet, blogs, lojas online e afins, pela primeira vez ganhei qualquer coisa! Foi no Zuneta Advent Calender Sweepstake, um sorteio diário a decorrer no Facebook da Zuneta.com e que tem a vantagem de com um único registo, nos habilitar a todos os sorteios diários de produtos que vão decorrer até ao Natal.
 
Claro que com a minha sorte tortinha, ganhei um conjunto de vernizes e logo da minha marca de maquilhagem favorita... mas eu não uso verniz há quase três anos, porque faço gel! Bem, está visto que na próxima marcação tenho de fazer transparente, para poder experimentar os meus vernizes novos por cima... Não faço ideia se vou receber as cores da imagem, quando chegarem mostro!

O Hobbit: Uma Viagem Inesperada


Bom. Até eu, que sou apreciadora inveterada da obra de J.R.R. Tolkien, acho que é um bocadinho exagerado que o Peter Jackson pegue neste livrito aqui e esprema do mesmo três filmes, de três horas cada um (OK, isto é uma edição de bolso, mas dá para perceber).
 
No entanto, tive o privilégio de assistir à antestreia e não posso negar que o primeiro dos três "episódios" de O Hobbit está extraordinário! O único defeito... é que saímos do cinema a querer ver o resto da história, e temos de esperar por Dezembro de 2013 e Dezembro de 2014!

the good, the bad and the beautiful


A boa notícia é que já chegaram as minhas encomendas da Cocktail Cosmetics e da BeautyBay, feitas ao abrigo das promoções da Black Friday. A má notícia é que, da maneira que estou atolada em trabalho, só devo conseguir fazer reviews em condições algures em 2013... Ah, profissão maldita em que os clientes passam onze meses do ano a sornar, para de repente acordar no dia 1 de Dezembro aos gritos, "temos de fechar esta operação até ao fim do ano!" O que vos vale é que eu sou uma moça simpática e trabalhadeira...
 

Christian Dior | Grand Bal


Este é telegráfico. Dezembro é o pior mês na minha profissão. Tanta coisa para vos mostrar e tão pouco tempo! Mas não podia faltar aqui um shout out para a colecção de Natal da Christian Dior, Grand Bal, especialmente para os batons Rouge Diorific que a integram.
 
Este é um lançamento que todas as amantes de baton vermelho devem investigar! O Rouge Diorific é sem dúvida o meu baton preferido na gama Dior, tenho um lindo vermelho chamado Dolce Vita e podem crer que em termos de texturas mates, está no meu Olimpo! Dura o dia todo e nunca seca nem fica desconfortável. Ainda por cima tem uma embalagem dourada lindíssima!
 
A dada altura os Rouge Diorific tornaram-se bastante difíceis de encontrar, e cheguei a pensar que tinham sido descontinuados! Imaginem a minha felicidade quando vi que a colecção Grand Bal incluía quatro batons desta gama, e todos em tons de vermelho. As quatro novas cores disponíveis são:
 
- todos os links dão para swatches feitos pela muito admirada e recomendada The Non Blonde -

A não perder! Mas prestem atenção, que já vi perfumarias onde os batons esgotaram e colocaram batons da linha Rouge Diorific permanente no expositor... Anyway, para além destes quatro maravilhosos vermelhos, se virem o Dolce Vita (014) ficam a saber que tem também o meu selo de aprovação!

Chanel | Paris/Edimbourg


Não tenho ligado muito às últimas colecções da Chanel. Achei, em particular, que a última colecção de Versalhes era demasiado Marie Antoinette de Sofia Coppola. Mas adorei ao primeiro instante esta colecção. Karl Lagerfeld continua inspirado por cabeças reinantes; esta colecção é escocesa até ao tutano, apresentada no Palácio de Linlithgow onde nasceu Maria da Escócia, carregadinha de xadrez e golas rendadas.
 
Amei tudo, mais que tudo este look da Stella Tennant que eu vestia inteirinho da cabeça aos pés. E sim, talvez seja deste tempo miserável e digno das Highlands que só dá vontade de beber um chazinho em frente à lareira e não sair de casa até à Primavera.
 
Por acaso não se arranja por aí um lorde escocês bem apessoado?

simple never goes wrong

Mango New Collection Lookbook
Bom, se isto significa que ainda tenho hipóteses de comprar umas calças pretas de corte simples esta estação, vou já ali abaixo fazer uma espera à porta da Mango.

black friday haul #1


Bem, eu estava à espera se chegavam mais coisas para publicar tudo de uma vez, mas pelos vistos não (está-se mesmo a ver que mal eu publique isto, aparecem amanhã), por isso aqui está a primeira das minhas encomendas da Black Friday... aproveitei os 10% desconto e portes grátis da e-beautycare para fazer a minha primeira compra na loja. E com tantas recomendações positivas, a minha escolha foi mesmo o Couperend Maintenance Cream da Mesoestetic.
 
Ora, se lêem o estaminé com regularidade devem estar fartinhos das minhas queixas sobre os derrames de petróleo que acontecem no meu rosto, portanto... para quê um creme para a pele sensível? Pois. É que a minha pele é mesmo um bicho de sete cabeças. Comecei recentemente a praticar hidroginástica, e depressa me apercebi que o meu adorado hidratante Vichy Normaderm Tri-Activ Anti-Imperfeições não era o mais indicado para aplicar no rosto depois de uma horinha a levar com água e cloro na cara. Ficava uma ligeira sensação de desconforto e secura, tanto que até comecei a usar uma base mais cremosa nesses dias.
 
E é aqui que entra o Couperend. As primeiras impressões são de um maior conforto e equilibrio na pele, creio que a longo prazo vou tentar alterná-lo com o Vichy Normaderm conforme os dias e o estado da pele. A Bola de Sabão tem uma review bastante completa à qual pouco tenho a acrescentar... o creme é de uma curiosa cor bege e espalha-se com grande facilidade no rosto, sendo muito bem absorvido. Tem um cheiro muito peculiar, quase herbáceo, que desaparece em segundos. Os ingredientes:
 

Aproveitando a boleia, comprei ainda um Matte Lipstick da NYX. Já tinha um destes batons num tom nude, o Whipped Caviar, e gostei tanto que comprei mais um, o vermelho Bloody Mary. Como se eu precisasse de desculpas para comprar baton vermelho, dizem vocês. E dizem bem. Mas tenho a dizer que este baton da NYX é óptimo (é infinitamente melhor que o Round Lipstick da mesma marca) e dá dez a zero a batons mates de marcas bem mais conceituadas e caras (MAC Cosmetics, I'm talking to you). É muito suave nos lábios e nunca seca, greta ou deixa desconforto ao longo do dia... e tudo isto por uns míseros € 7,95! Só tenho pena que por enquanto a loja tenha poucas cores, embora seja fácil comprar NYX por essas internetes fora.

E o Bloody Mary? Cá está ele. E sim, vão levar com tantas fotos das minhas dentuças nos próximos tempos...

podem fechar a torneira sff?

 
Estávamos a ter uns dias tão lindos e cheios de sol, com as folhinhas de Outono a crepitar de tão secas, e eu a saltar-lhes em cima com as minhas Hunter. Entretanto, ando nisto dos blogs há três anos e só agora descobri o PicMonkey. Estou mesmo a leste.

Tom Ford | Casablanca


Facto interessante que vem mesmo a calhar: sabem que esta semana o filme Casablanca fez 70 anos? Estreou em 26 de Novembro de 1942 e desde então que suspiramos por Rick e Ilsa enquanto os malfadados vistos para Lisboa não chegam...
 
Para a minha recente viagem a Londres, fiz os trabalhos de casa no que toca a algumas compras, para evitar desvarios. Queria comprar mais um baton Tom Ford, e como vou acompanhando as reviews da Temptalia, a shortlist resumia-se ao Casablanca e ao Indian Rose, dois rosinhas muito usáveis. No dia em que fui ao Harrods, a loja estava uma autêntica loucura porque era Sábado à tarde e havia uma promoção de 10% em cartão, mas tive a sorte de entrar pela porta que dá imediatamente para o balcão Tom Ford! Ainda tive dificuldade em encontrar o Casablanca porque estava num expositor à parte dos outros batons, mas quando vi os dois lado a lado, o Casablanca foi a minha escolha imediata.


A primeira linha de batons Tom Ford tinha embalagem branca, e desse tempo guardo o Moroccan Rouge que comprei em Nova York. Entretanto, a maior parte das cores da linha original de batons (incluindo o Moroccan Rouge, suspiro...) foi descontinuada e substituída pelas novas cores da linha completa de maquilhagem.
 
Sempre pensei que as embalagens novas eram pretas, mas não: são um vermelho escuríssimo, um verdadeiro rouge noir com um efeito espelhado absolutamente fantástico. E aqui estão os manos lado a lado...
 
 
O Casablanca é uma daquelas cores que já não é um nude mas sendo muito discreto, dá um efeito fabuloso e super saudável, o que as make-up bloggers costumam chamar MLBB: My Lips But Better. A cor deve variar um pouco conforme a cor natural da pele e lábios, o que se vê bem comparando as minhas fotos com as da Temptalia, onde o baton parece um rosa mais forte mas ainda assim neutro.

 
A textura deste baton continua a ser um sonho. Aplica-se facilmente, dura muito tempo sem nunca secar e deixa os lábios macios, com um acabamento suave e acetinado muito natural. Moral da história: é realmente melhor que não vendam esta linha por cá, pois pelo menos os batons seriam a minha perdição...

Blanco Night Collection

Vestido verde € 35,99 | Vestido azul € 35,99
A minha relação com a Blanco tem sido um pouco complicada. Quando  só tinham duas lojas no Porto, há coisa de uns dez anos, eu adorava a Blanco e ainda hoje tenho peças óptimas desses tempos, de boa qualidade e bom corte, bonitas e originais. Mas às tantas parece que quanto mais lojas abriam, pior ficava a qualidade da roupa. E durante algum tempo ir à Blanco, como à Primark, era um bocado como jogar na lotaria; tanto se encontravam peças lindas, como coisitas mal cosidas, mal acabadas...
 
No entanto, parece que nos últimos tempos voltaram a apostar na qualidade. A Night Collection então, é a minha adorada Blanco dos velhos tempos, sem tirar nem pôr. Fiquei completamente babada pelo vestido verde quando o vi numa montra... acreditem que é o género de coisa que parece ter custado cinco vezes mais!

Vestido dourado € 35,99 | Vestido preto € 29.99

have some red

Nunca percebi bem de onde vem a expressão Black Friday. Pensei até que podia ser algum nome atribuído pelos funcionários das lojas, tendo em conta os momentos de terror que devem passar nesses dias. Não estou a brincar... vi recentemente um episódio do Extreme Couponing no TLC que era um Black Friday Special, e aquilo eram setecentos cães a um osso.
 
Hoje descobri finalmente a origem da expressão! No vocabulário económico anglo-saxónico, uma empresa com prejuízos está "in the red" e uma empresa com lucros está "in the black", expressões nascidas do facto das despesas serem assinaladas a vermelho e as receitas a negro no balanço. Dado o grande acréscimo de consumo ocorrido antes do Natal, a Black Friday é o dia em que as lojas se lançam a sério nas vendas de Natal para ficar "in the black"!

Mas não resisto a partilhar convosco... coisas vermelhas!

 
Fui desencantar a minha paleta de batons da Inglot, ainda quase nova, para me consolar depois de ter visto a super-hiper-mega-fantástica nova paleta da Edward Bess à venda no Zuneta... o problema das paletas de batons é que são boas para maquilhadores profissionais, mas muito pouco práticas de trazer na carteira e fazer retoques! Enfim. O curioso é que eu acho a fórmula destes batons em potinho da Inglot muito, mas muito melhor que os batons normais deles! A pigmentação é óptima e quase nem se sentem.
 

Há uma loja da Calçado Guimarães perto do meu local de trabalho, e comecei a fazer-lhe visitas regulares... acabei por me apaixonar por estes botins, que são bastante menos garridos do que a foto aparenta. Na verdade, são tal e qual a foto da loja:

Botins Calçado Guimarães, € 34,80

São incrivelmente confortáveis, porque dentro da sola há uma espécie de palmilha fofinha embutida. E apesar de eu normalmente torcer o nariz a calçado de camurça, como já têm um ar envelhecido não me sinto tão preocupada em sujá-los - mas passei spray protector para camurça na mesma! O melhor de tudo é que são Made in Portugal e a um preço super simpático. Ah, e a Calçado Guimarães faz 35 em muitos modelos, o que é um achado para os meus pezinhos pequeninos. Muuuito bom.

black friday

 
OK. Eu até nem acho mal que se aproveitem umas promoçõezinhas para comprar prendas de Natal. Mas porque raio temos nós de copiar todas as tradições consumistas dos americanos? Primeiro o Dia dos Namorados, depois o Halloween, e agora a Black Friday também já está a pegar por cá.
 
O que é especialmente ridículo, porque a Black Friday é a sexta-feira a seguir ao Dia de Acção de Graças, feriado que nós não celebramos. E ainda mais porque enquanto nos belos US of A os descontos Black Friday são como a famosa promoção dos 50% do Pingo Doce (com direito a motins e atentados à integridade física), por aqui anda tudo nuns anémicos 10% ou 20% de desconto. Eu até me ri quando recebi um email da Blanco ontem à noite, a chamar Black Friday a um desconto de 10%! Tenham lá paciência.

pequeno aviso à navegação

 
Se volto a ouvir falar em tons de cinzento que não tenham a ver com Pantones, Robbialacs, RGBs ou coisa do género, vou ter de ir à cave ultra-secreta buscar os instrumentos de tortura.

Topshop & COS

Alguns minutos depois de entrar na loja da COS em Covent Garden, apercebi-me que estarei em sarilhos muito graves se esta loja alguma vez abrir em Portugal. A roupa da COS é daquela que parece muito simples e até pouco interessante em fotos, mas ao vivo revela-se. E eu, que me perco por bom corte e tecidos de boa qualidade, fiquei como uma criança numa loja de doces. Felizmente há orçamentos a cumprir e as malas não são elásticas, o que me permitiu afastar-me a custo dos fantásticos casacos, e investigar algumas peças mais singelas.

Blusa plissada COS
Esta blusa consegue ser simples mas original ao mesmo tempo, e é muito confortável de vestir. Tem ainda um grande ponto a favor, as mangas 3/4. Eu odeio, desde pequena, as mangas demasiado compridas que se enrolam nos pulsos, portanto acho as mangas 3/4 uma das grandes invenções da Humanidade!
 
E falando em mangas 3/4, encontrá-las em malhas é ainda mais raro. Não é que este casaquinho não só faz um conjunto perfeito com a blusa, como também tem as mangas no tamanho perfeito? Isto foi o meu dia de sorte.

Cardigan COS
No dia seguinte foi a vez da Topshop de Oxford Street. E depois de alguns momentos tipo Feira da Ladra passados nesta loja a uma sexta-feita à tarde em anteriores visitas a Londres, escolhemos a segunda-feira de manhã como dia perfeito para umas compras descansadas. A maravilha: quase ninguém a cirandar, provadores vazios, roupa arrumadinha. E aqui é bem preciso. Com um piso inteiro de acessórios e dois de roupa, uma pessoa precisa de tempo e paciência para navegar num oceano imenso de trapos, sapatos, carteiras, enfim...
 
A parte engraçada é que depois de experimentar cerca de uma dezena de peças de roupa, acabei por trazer apenas um casaquinho meio anos 20, e já estava a caminho da caixa quando me apercebi que tinha escolhido uma peça que também combinava com a blusa da COS! E esta, hein?

"Casaco de Pijama" Topshop
Uma coisa muito interessante na Topshop de Oxford Street são os "concession stands", cantos da loja onde se vendem outras marcas, como acontece no El Corte Inglès. Há uma marca de vintage, a Peekaboo, que tem uma selecção bastante boa de carteiras em bom estado e a preços simpáticos! Comprei uma carteira amorosa e muito prática, mas esqueci-me de a fotografar. Fica para outro dia.

grace

Grace Coddington and Hairbrush, Tim Walker
E um belo dia vimos o documentário The September Issue e mais do que Anna, Hamish ou André, ficámos fascinados por uma senhora de ascéticas vestes negras e cabeleira flamejante...
 

things can only get better


LA LA LA LA LA LA LA TIREI O APARELHO. E estou como a Floribella, que é como quem diz, "pobre em ouro etc. e tal" porque (i) desembolsei uns euritos valentes pelo aparelho de manutenção; e (ii) entrei na Massimo Dutti, estava em saldos, eu estava bem disposta, este casaco de cabedal estava a metade do preço, e o resto são cantigas.
 
Ah, e ganhei no Euromilhões... mas foram só € 15. Digamos que o dia está definitivamente a correr-me bem. Em jeito de comemoração, estreei o baton Scarlet Ibis da MAC, um vermelho tudo menos discreto. Isto vai ser a semana do baton, ah vai.

grade de minis [parte 2]


Hoje é a vez de vos mostrar a bolsa da maquilhagem! No meu caso, é definitivamente a área onde corro sempre mais risco de levar coisas a mais. Desta vez a coisa não correu mal de todo, mas ainda há espaço para melhoramentos... Vejamos:


Le Métier de Beauté Kaleidoscope Face Kit: a Le Métier de Beauté é uma marca americana de luxo. É muito boa mas muito cara! Os poucos produtos que tenho foram comprados em Nova York em 2010, quando a relação dólar/euro ainda era razoável. Agora a marca está disponível online no Zuneta, mas como os preços "europeus" são essencialmente pegar no mesmo número, tirar o símbolo do dólar e meter o símbolo do euro... agora é mesmo fabulosamente cara. Anyway! Os kaleidoscopes são um dos símbolos da marca, pequenos compactos que acumulam sombras, blush ou baton. Este é um especial de rosto que junta, de cima para baixo, pó compacto, iluminador, blush e bronzer. Super prático para levar em viagem. Os pós são finíssimos, e o blush então é uma espécie de primo ainda mais fantástico do Orgasm da NARS.

Chanel Teint Innocence Compact #42 "Pétale": pois... eu ia levar esta base mas à ùltima hora troquei e não actualizei a fotografia! A que eu efectivamente levei:
La Prairie Skin Caviar Foundation + Concealer Pen "Honey Beige": um achado dos saldos da Perfumes & Cia., deve ter sido descontinuado porque não encontro imagens do produto. Imaginem uma caneta tipo Touche Éclat igual à do Light Fantastic, só que em vez de corrector sai base, e na tampa tem um pequeno compartimento com corrector cremoso. Vem numa caixa com uma recarga da base, mas ainda assim é uma quantidade ridiculamente pequena de produto a um preço ridiculamente caro! O preço original era cerca de € 80, mas eu comprei-a por cerca de € 20. Não admira que tenha ido parar aos saldos! Considerações monetárias à parte, é uma base fluida muito boa e suave, que dá um efeito natural e aguenta o dia todo. E a canetinha é perfeita para viagem. Só não gosto muito do corrector, acho-o demasiado cremoso para a minha pele.

Chanel Correcteur Perfection #30 "Beige Pétale": uma compra recente e algo impulsiva, fiquei impressionadíssima com este corrector, que entrou imediatamente para o meu Top 3 (os outros são o Cream Concealer da Inglot e o S204 da Ellis Faas). O efeito é super natural e a longevidade do produto é inacreditável!

Tom Ford Private Blend Lip Color "Moroccan Rouge": um baton fantástico numa cor que dá com tudo!

Le Métier de Beauté Recurvador de Pestanas: o meu "curvex" favorito, veio de brinde quando fiz as minhas comprinhas da marca em 2010 no Saks Fifth Avenue.

Ellis Faas Máscara de Pestanas: estava quase no fim e entretanto já se acabou. Digamos que não é o meu produto preferido da marca, mas cumpre o seu propósito.

Ellis Faas E205 "Khaki Green" | E302 "Green Gold" | E105 "Deep Warm Taupe": já sabem que adoro as minhas canetinhas da Ellis Faas, mas desta vez pregaram-me uma partida, porque a Green Gold resolveu fazer greve e deixou de deitar produto! De qualquer modo levar a Deep Warm Taupe foi uma óptima ideia, porque de todas as que tenho é a caneta que melhor funciona por si só, e dá uma profundidade muito natural ao olhar, mesmo em looks conjugados com batons de cores fortes.

Guerlain Rouge Automatique #164 "Chamade": adoro o Rouge Automatique (tenho três) e esta cor, meio vermelho meio rosa meio carmim, dá mesmo com tudo. É um batom super hidratante.

Revlon ColorBurst Lip Butter "Pink Truffle": também adoro as Lip Butter! O Pink Truffle é um nude perfeito, e realmente este batom tem uma textura extraordinária, é como lip balm cheio de cor!

Guerlain Rouge G L'Extrait #M27 "Luxure": mais um para aquela categoria OH MEU DEUS, ISTO É TÃO CARO, MAS OH MEU DEUS, ISTO É TÃO BOM. Super pigmentado, seca e fica mate mas consegue continuar a ser muito hidratante e deixa os lábios cuidados e confortáveis. Sim, é um pequeno "tijolo" dentro da carteira, mas vale mesmo a pena. Claro que aproveitei um vale de desconto para o comprar, não sou feita de dinheiro.
Lancôme Ôscillation Powerbooster: outro achado dos saldos da Perfumes & Cia. É um primer de pestanas que tal como a máscara do mesmo nome, tem um minúsculo mecanismo na tampa que faz a escova vibrar na aplicação! A história deste produto é engraçada... quando o comprei e cheguei a casa, verifiquei que o mecanismo de vibração não estava a funcionar! Já estava a pensar regressar à loja para reclamar, quando resolvi armar-me em MacGyver, abri a tampa, tirei a pilha de relógio com que isto funciona, voltei a colocar... e funcionou! Afinal era apenas mau contacto. Gosto muito deste produto, e tenho pena que esteja quase no fim. Ainda por cima não consigo perceber se foi descontinuado ou não...
Chanel Illusion d'Ombre #82 "Emerveillé!": uma cor pêssego/champanhe perfeita para iluminar o olhar, e ainda por cima fácil de aplicar com o dedo.

Giorgio Armani La Femme Bleue Long Wear Waterproof Eye Pencil #02: isto é um dos melhores lápis de olhos que já usei. Infelizmente era edição limitada, e por isso sou mais uma entre as hordas de mulheres por essas internetes fora que o choram... Sim, é um simples lápis castanho, mas (a) é o castanho mais profundo e perfeito; (b) desliza que nem manteiga e (c) dura imenso sem esborratar.
CK One Brow Pencil + Gel Duo: não fiquei fã da maquilhagem CK One, tirando este produto. Tem lápis de um lado e gel do outro, e é super prático para cuidar das sobrancelhas num instante.

GOSH Intense Eyeliner Pen: um dos meus eyeliner favoritos!

Sephora Collection Retractable Waterproof Lip Liner: porque batom vermelho sem delineador, nunca. Estes da Sephora são bastante bons.
No rescaldo, creio que poderia ter levado talvez um batom a menos (porque em Londres comprei três, logo, excesso de batom) e o percalço com a sombra Ellis Faas fez-me pensar que bastava ter levado a E105. De qualquer modo, já levei mais maquilhagem para viagens mais curtas, portanto há progressos.

www.patuxxa.com

Conforme já devem ter reparado, passei a ter um endereço .com que é
 
 
O blog continua hospedado na plataforma Blogger, e por isso todos os que seguem através do Google Friend Connect / Google Reader não devem precisar de fazer nada, pois continua a ser reconhecido como um site Blogger e actualizar devidamente. De igual modo, o anterior endereço redirecciona automaticamente para o novo.
 
Já confirmei que o NetworkedBlogs está a funcionar e a actualizar devidamente para os seguidores e no Facebook. O leitor de feeds do Internet Explorer também parece estar a actualizar. Só quanto ao Bloglovin é que ainda não tenho a certeza, creio que precisa de mais algumas horas para registar a mudança.
 
Caso verifiquem que o blog não está a actualizar nos vossos feeds, por favor comentem nesta mensagem, no Facebook, ou enviem-me um email!
 
Obrigada,
 
Sítios onde preferia estar #2659: em Londres, a fotografar cabines telefónicas.
Update: o Bloglovin também já deve estar a funcionar. Os senhores do apoio técnico são uns amores.

teste de publicação, redux

Louise Brooks
Pois, os estimados leitores podem levar com mais alguns destes até eu ter a certeza absoluta que os feeds estão todos a actualizar como deve ser.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...