[the lipstick diaries] vinyl's cool again


Onde resolvo despachar swatches de uma série de produtos de uma só vez, baseando-me no facto de terem em comum o "efeito vinil". Não são só os discos que voltaram à moda, baby.

Yves Saint Laurent Rouge Pur Couture Vernis à Lèvres: depois de tanta espera, confesso que fiquei vinte minutos em frente ao expositor quando isto finalmente chegou. Queria as cores todas. Acabei por me decidir pelo #16 Pourpre Preview, um rosa a chegar ao violeta, porque, bem, porque sim. A foto talvez não seja das melhores, mas dá para ver que é um bocadinho diferente dos outros produtos testados. É um bocadinho mais transparente, um bocadinho mais jelly, mas dá para carregar a cor e fica sempre bastante confortável nos lábios. É muito suave e dura bastante, a cor vai ficando mais um stain - uma constante neste género.

OCC Lip Tar: a OCC Obsessive Compulsive Cosmetics (ora aqui está um nome revelador para muitas de nós) é uma marca 100% vegan e não testada em animais, criada pelo maquilhador profissional David Klasfeld e que se destaca pela utilização de pigmentos muito puros e concentrados que se podem misturar para criar infindáveis novos tons. De há um ano para cá que lia imenso sobre os Lip Tars em blogs estrangeiros, até que me decidi a experimentar. Os meus foram comprados na Cocktail Cosmetics (UK) e custaram £ 9 cada um. Há dezenas de cores, das mais naturais às mais chocantes, embora actualmente a loja tenha pouco stock porque houve uma reformulação na embalagem.

Os Lip Tars vêm em tubinhos e são um produto quase líquido, com um ligeiro aroma a menta e pigmento super concentrado. Basta uma gotinha para cobrir os lábios com um pincel, e de todos os produtos aqui testados são o que cria o "efeito vinil" mais perfeito. O truque é aprender a não usar demais. Duram muito tempo, resistem a refeições e mesmo depois de começar a desaparecer deixam uma stain bastante pronunciada. As duas cores que tenho são o Demure, um rosa violeta profundo, e o NSFW, um vermelho puro.

Sleek MakeUp Pout Paint: ora devo confessar que a primeira vez que vi e testei as Pout Paint no expositor da Sleek, pensei que eram uma espécie de irmãs gémeas dos Lip Tars devido às grandes semelhanças na embalagem e textura dos produtos. Enganei-me redondamente! As Pout Paints têm uma textura mais próxima do gloss e (pelo menos a cor que eu comprei) nunca ficam totalmente opacas, ao contrário dos Lip Tars. É verdade que isto significa que são um bocadinho mais fáceis de usar. Têm um gosto ligeiramente cítrico e frutado que me parecia familiar até eu conseguir descobrir o que era: lembram-me os caramelos Penha de limão e laranja, durante anos a fio a única guloseima que eu comia em criança! Agora o grande senão é que (mais uma vez ao contrário dos Lip Tars) este produto não desaparece dos lábios, evapora-se! Numa só manhã precisei de reaplicar três vezes!

bareMinerals Pretty Amazing Lipcolor: fácil de aplicar, super cremoso e hidratante, e vai desaparecendo de forma muito natural deixando uma stain. Acho-o muito bom mesmo e diria que de todos os produtos testados é o mais confortável e hidratante nos lábios!

Chanel Rouge Allure La Laque: digamos que é o granddaddy desta tendência e embora significativamente mais caro que os outros produtos aqui testados, é ainda um dos melhores. O #75 Dragon, infelizmente descontinuado, é um dos vermelhos mais fantásticos que alguma vez usei, já o #73 Imperial é um nude super sofisticado.

Make Up factory Creamy Lip Color: uma surpresa muito, mas muito agradável! Muito hidratante, a cor fica bastante carregada mas com uma ligeira transparência muito suave. Comparado com o Pout Paint, dá um efeito ainda melhor com a grande vantagem de ser muito mais fácil de aplicar devido ao pincel incorporado, e de durar pelo menos o triplo antes de ser preciso reaplicar!

Em jeito de conclusão, para um efeito de cor mais carregada os meus preferidos são o Rouge Allure La Laque e os Lip Tars; para cor mais transparente prefiro o Rouge Pur Couture e o Creamy Lip Color; e o que dá menos trabalho é claramente o Pretty Amazing Lipcolor.

7 comentários :

  1. Já estava saudosa dos lipstick diaries! Quando o meu desafio sem compras acabar (dia 30 de Junho!) vou investir num verniz à levres e num pout paint da Sleek num coral amoroso...Agora fiquei curiosa com o da OCC e acho que também vou investigar a situação ;) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu talvez vá investigar se há por aí mais lojas que vendam Lip Tars e enviem para cá, porque a CC agora tem mesmo pouco stock e se bem me lembro existem para cima de trinta cores...

      Eliminar
    2. Tem cores maravilhas, e realmente o packaging novo parece bem mais prático com o sistema de bisnaga...

      Eliminar
  2. Eu tenho uns pout paints, mas sinceramente ainda só testei uma mistura que fiz e o vermelho. Acho bastante opacos(mas eu sou meio bruta a aplicar batons e afins)e desaparecem como stain. O que me incomoda mais é o facto de não secarem completamente, mas o que faço é blot blot e lipcote em cima para fixar.

    Gostei muito deste post e só veio reforçar a minha vontade de perder a cabeça com produtos da OCC.

    Alice

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Temptalia tem óptimas entradas sobre os Lip Tars aqui, incluindo misturas personalizadas que ela fez. Os Lip Tars passado cerca de uma hora ficam quase como um baton muito hidratante, "secam" um bocadinho mais que as Pout Paints.

      Eliminar
    2. Uhm, isso agrada-me. Já tinha visto os da temptalia(às vezes perco horas a investigar sobre certa marca nos arquivos, shame on me). Fiquei com vontade de os comprar desde este (muito tentador) post da Charlotte: http://www.lipglossiping.com/2011/04/occ-lip-tar-parade/

      Alice

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...