"review": NARS Pure Radiant Tinted Moisturizer

No que toca à "modinha" dos BB Creams, digamos que cheguei cedo ao baile e não mudei facilmente de par; a primeira referência que li a este produto foi numa Elle francesa há uns três anos, onde diziam maravilhas do BB Cream da Erborian. Claro que dois ou três meses depois a marca apareceu em Portugal e eu comprei logo um. Na altura ainda só havia a cor "original", demasiadamente clara e rosada para o meu tom de pele, mas eu misturava-o com bronzer e ficava bastante bom. Entretanto terminei a primeira embalagem e a segunda já comprei no tom "doré" entretanto lançado, mais adequado à minha pele mas, ironicamente, um bocadinho amarelo demais; fica-me perfeito no Verão mas no Inverno, nem tanto. Dou-me muito bem com este produto, e no Verão a combinação BB Cream + pó mineral aguenta o dia quase todo na minha pele oleosa, sem pesar e mantendo sempre um ar natural.

Entretanto experimentei o primeiro BB Cream da Garnier, que comparado com o da Erborian quase não tem pigmentação e é demasiadamente hidratante para a minha pele; ao fim de duas horas desapareceu-me da cara e só fica um derrame de petróleo...

No ano passado a NARS lançou um hidratante com cor que, embora não se auto-intitule BB Cream, tem tudo o que um tem e até mais do que alguns. O Pure Radiant Tinted Moisturizer é uma fórmula oil-free com água mineral marinha e uma coisa chamada "kopara" proveniente da ilha de Moorea na Polinésia Francesa, que eu não faço ideia do que seja mas uma pesquisa do Google revela ter qualquer coisa a ver com polissacarídeos naturais. Whatever. Tem um SPF 30/PA+++ e existe em nove tons. Não tem parabenos, sulfatos, fragrâncias ou corantes sintéticos, petroquímicos, ftalatos, triclosan ou compostos provenientes de organismos genericamente modificados. A embalagem traz 50ml e custa € 38 na loja online da NARS ou € 36,41 na ASOS.

1. Finland 2. Alaska 3. St. Moritz 4. Annapurna 5. Cuba 6. Malaga 7. Seychelles 8. Martinique 9. Polynesie

Depressa comecei a ler reviews maravilhosas sobre este produto na blogosfera, até que o mesmo acabou direitinho na lista de compras da minha recente viagem a Londres. Trouxe a cor St. Moritz, um médio de sub-tom amarelo, e desde logo as minhas primeiras impressões do produto foram muito positivas. Fiquei impressionada com o facto de o folheto informativo dedicar uma folha inteira à forma correcta de aplicar o produto de modo a obter a adequada protecção solar, completo com indicações para reaplicar em determinadas circunstâncias e recomendações para evitar as horas de maior intensidade da luz solar. Depois, adorei imediatamente a textura. É super suave, macio e leve, quase como um gel, e no entanto ao aplicar na pele nota-se claramente uma diferença em termos de uniformização da cor e camuflagem de irregularidades.

O Pure Radiant bate aos pontos a maioria dos BB Creams (sim, até o meu primeiro amor da Erborian) porque se espalha muito facilmente na pele e deixa um acabamento extremamente natural. Eu diria que melhor do que isto é impossível. A pele fica com ar de pele, mais mais uniforme, luminosa e "dewy" como dizem as anglo-saxónicas. Na minha pele oleosa aguenta-se bastante bem, com um pouquinho de pó por cima. É perfeito para aquelas alturas em que a pele está sem problemas de maior e não precisa de produtos com maior nível de cobertura. Combinado com um bom corrector, é sair porta fora e já está.

E claro que tenho de pedir uma salva de palmas ao François Nars por ter o bom senso que falta a muito boa empresa de cosméticos por esse mundo fora, e lançar isto em nove tons, nove e não apenas dois, três ou quatro. Partilho convosco uns swatches feito com "mão pesada" no blog LVMAKEUP para terem uma boa ideia das cores; claro que devidamente espalhado o Pure Radiant não fica propriamente assim.

1. Finland 2. Alaska 3. St. Moritz 4. Annapurna 5. Cuba 6. Malaga 7. Seychelles 8. Martinique 9. Polynesie
@ LVMAKEUP
A moral da história é que o meu objectivo actual em termos de skincare, é conseguir que a minha pele deixe os últimos resquícios das suas "manias" de Inverno para usar cada vez mais o Pure Radiant...

Update: que giro, a Non-Blonde usa exactamente a mesma cor que eu!

10 comentários :

  1. Não conhecia o produto... boa dica :)

    http://semjeitonenhum.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Fiquei convencida!!! A Vic também usa, mas não pensei que fosse assim tão porreiro... Amanhã já tenho um post sobre o novo produto da NARS, e com mais este na wl acho que tenho que ir de viagem rapidamente ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, apesar dos "swatches" é sempre melhor experimentar a cor. Mas gosto mesmo disto!

      Eliminar
  3. Experimentei quando fui a França mas acabei por trazer o BB Cream da Smashbox(porque a senhora fui super simpática e é a minha cor exacta). Agora que o Smashbox está a acabar estava a pensar neste como substituto, mas já nem le lembro se sou o Finland ou o Alaska.

    Alice

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faz como eu, sempre que experimento uma base e não a compro, anoto a cor que experimentei no livro de notas :-D

      Eliminar
    2. Tenho de começar a fazer isso! Todas as marcas deviam vender pacotinhos de amostras de base, estilo Sleek, o mundo era um sítio mais simples.

      Alice

      Eliminar
  4. Olá Patuxxa,

    Já respondi às tuas perguntas do Liebster Award, no entanto tenho a dizer-te que apesar de haver mesmo MUITOS blogs com menos de 200 seguidores fantásticos, adoro o teu (e tu sabes) por isso atribui-te um Liebster Award.

    Poderás ver aqui:
    http://freshallure.blogspot.pt/2013/02/o-fresh-allure-recebe-o-3-liebester.html

    Bjs
    Joana

    ResponderEliminar
  5. Seguidora 200! Bjs
    http://entreameianoiteeastres.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...