Serviço de Urgência


Há coisa pior na vida que maquilhagem esmigalhada? OK, claro que sim, mas honestamente poucas coisas se comparam ao inconveniente de ter um blush ou uma sombra a largar pigmento por toda a tua gaveta de maquilhagem. O pequeno que vêem aqui em cima é um blush mineral compacto da Bellápierre na cor Suede, que veio numa encomenda do Showroomprivé com mais uma série de coisas da marca ao preço da uva mijona. As outras coisas eram todas em pó solto, mas este chegou assim. Após reclamação, a loja simpaticamente deu-me a escolher entre a devolução ou um vale de desconto no mesmo valor. Achei que não valia a pena fazer os senhores da transportadora voltar por causa de um blush, e fiquei com o vale (que entretanto já usei...)


Acabei por guardar o blush com a ideia de procurar um tutorial de pressing para tentar recuperá-lo, mas claro que nunca mais me lembrei. Nem de propósito, outro dia encontrei no blog da Vicki Marie um tutorial tão simples que já não tinha desculpa para não tentar! 

Só precisam de álcool etílico e um pincel de sombra velho. Basicamente é deitar álcool para cima das migalhas de produto aos poucos e ir mexendo com cuidado com o pincel, até ficar tudo novamente amassado num só bloco. Depois deixam secar, limpam a caixa e fica assim:


As semelhanças com aquele pote de barro que fiz na aula de trabalhos manuais algures no liceu não são pura coincidência. O blush que a Vicki recuperou ficou bem mais bonitinho, mas eu claramente não sou um Rodin nestas artes. Ficou recuperado e é o que interessa!


Aproveitei a onda para recuperar o Mighty Aphrodite da MAC, um blush lindíssimo da colecção Wonder Woman que ficou assim depois de viajar dentro da mala no porão de um voo charter... felizmente a caixa não abriu, pelo que não houve derrame para cima das roupas!


Uma vez que estava partido em três pedaços grandes, usei o cabo do pincel para o esmagar por completo, de forma a que os pedaços fossem suficientemente pequenos para os amolecer e amassar com a ajuda do álcool. Isto requereu algum jeito, porque a cor mais escura do blush era bastante mais dura que a cor mais clara!


Lá consegui que os pedaços do rosa ficassem cravados no meio do coral, e o resultado foi este:


Bastante tosco, mas já o usei hoje de manhã e continua lindo como sempre. Este é um dos meus blush favoritos, na minha opinião melhor até que o Orgasm da NARS, e desde o seu infeliz acidente estava desterrado no fundo da gaveta, um verdadeiro desperdício. Agora pode voltar aos seus dias de glória, e mesmo a tempo do Verão!

10 comentários :

  1. Boa dica

    Boa semana minha querida
    Muitos beijinhos
    MUAH* <3
    Neuza Mariano
    Youtube

    ResponderEliminar
  2. Ficaram como novos. E no rosto desde que fiquem muito bem é o que interessa!!!

    ResponderEliminar
  3. Este post vai salvar "vidas" :D Grande dica!!!

    ResponderEliminar
  4. I'm so glad the method worked for you sweetie!!! :) xxx

    www.vickimarie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Já vi imenso tutoriais assim, ainda bem que nunca me aconteceu. Tenho uma sombra partida de um trabalho em que tivemos de esmigalhar um pouco para uma fotografia, nunca senti a necessidade de a recuperar porque a maioria está intacta (só tem mesmo um pouco despedaçada) mas agora deu-me vontade. Talvez experimente nessa :)

    E good job, se fica igual ao aplicar não interessada nada se o dela ficou mais bonitinho ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho fascinantes aqueles ensaios fotográficos em que as sombras e os blush são esmagados, mas partia-se-me o coração se tivesse de fazer isso!

      Beijinho,

      Eliminar
  6. já me aconteceu e já recuperei alguns! :) é fácil de fazer e sempre dá para não ficar com o caoração compeltamente despedaçado... se calhar deveria fazer isso ao albatross da nars que infelizmente está a partir-se cada vez mais :(

    bjo*

    ResponderEliminar
  7. GOSTEEEIIIII!!!!

    Amei o posto, grande ideia ;)

    Bjs
    Joana

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...