blood red


Como talvez tenham adivinhado, a encomenda da Coreia do Sul de que ontem falava no Facebook era esta carteira linda pela qual me apaixonei e que correspondeu inteiramente ao que as fotos prometiam, e ainda por cima me surpreendeu pela velocidade do envio (está certo que eu paguei uns dólares a mais pelo expedited shipping, mas nunca pensei que demorasse apenas cinco dias).


É que entre todos os vermelhos, o vermelho sangue-de-boi, oxblood, bordeaux, rouge noir e por aí adiante, tem uma atracção especial para mim. E a páginas tantas dei por mim ontem à noite, a sacar da gaveta batons a combinar com o delicioso tom vermelho escuro acetinado do meu novo brinquedo.


Os três que saltaram da gaveta, de cima para baixo, são:

Lancôme Le Rouge Absolu #343 Cerise Noire Célina: uma edição limitada Outono/Inverno com uns anitos, e creio que foi descontinuado porque o número #343 designa agora uma cor diferente. É pena porque a cor é fantástica... tal como o nome indica é um vermelho profundo e glossy com a cor das mais suculentas ginjas do Verão. 

Sensai The Lipstick #15 Murasaki: o The Lipstick da Sensai tem uma textura sublime com um preço infelizmente obsceno (rivaliza com os Tom Ford deste mundo). Esta beleza foi "capturada" nos saldos da Marionnaud pela minha querida amiga D. e assim veio residir comigo. Tem um acetinado único, aplica-se com uma facilidade desconcertante para uma cor tão escura, e deixa os lábios suaves e hidratados durante todo o dia.

Uma curiosidade: Murasaki é a palavra japonesa que designa a cor púrpura. É igualmente o pseudónimo de Murasaki Shikibu, que viveu no Japão medieval e escreveu entre os anos 1000 e 1008 O Romance de Genji, considerada a primeira novela literária da história e ainda hoje uma das maiores obras da literatura mundial.

MAC Diva (Matte): um exemplo acabado dos malefícios das visitas ao balcão da MAC. Estava eu a ver a colecção mais recente quando passou por mim a menina da MAC com um batom rouge noir profundo e claro, tive de lhe perguntar qual era a cor. Era o Diva. Como todos os Matte, é um bocadinho seco mas aguenta-se bem.

Deixo-vos para terminar uma foto mais bem apessoada da carteira (nunca tirar fotos com o iPhone em luz artificial...) directamente da página do vendedor. Ou vendedora, sei lá. E ainda por cima estava em saldo...

3 comentários :

  1. Adoro. Também sou uma tarada dos vermelhos, em todas as suas declinações e, este Outono, com os tons escuros em particular. A carteira é uma maravilha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já estou na fase em que não posso comprar um vermelho sem fazer inventário mental das cores que tenho em casa!

      Eliminar
    2. Heheheh! Eu já pensei fazer fotografias de amostras de cor de cada batom, dos nudes aos vinhos.Mas acho que mesmo assim arranjaria uma desculpa qualquer: ah, tem um acabamento ligeiramente diferente; oh, é de outra marca... (tenho uma imaginação boa para o que me apetece!)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...