aventuras na manicure


Graças ao portal de marketing www.trnd.pt ganhei uma sessão de beleza na Beauty Boutique L'Oréal Paris no Chiado. Optei por uma manicure que fiz ontem, partilhando convosco o resultado final. O que achei? Vejamos. 

Quanto à Beauty Boutique em si, gostei muito do espaço que achei bonito e profissional. Qualquer fanática por maquilhagem ficará a babar-se para uma parede inteira cheia de produtos L'Oreal (e atenção que há paredes iguais para cosmética, cabelos e unhas) incluindo alguns exclusivos da Beauty Boutique; mas constato com pena que nem aqui se arranjam mais que dois ou três tons das bases da marca. 


Quanto à manicure em si, quem lê as minhas entradas sobre o tema e vê as fotos a acompanhar já deve ter percebido que eu sou uma maníaca da perfeição que faz as suas ovais como um neurocirurgião a operar. Acresce que eu não gosto que me mexam nas mãos... é um milagre que tenha encontrado uma manicure em quem confiava o suficiente para fazer unhas de gel durante três anos, e depois de ter experimentado outras duas e não gostar, voltei a arranjar as minhas próprias unhas. Quem diz "arranjar" diz pouco, que eu felizmente tenho unhas boas e limito-me a retirar o verniz, limar, exfoliar, retirar algum espigão, e aplicar verniz de novo. If it ain't broke, don't fix it.

Ora a menina pergunta-me se eu quero retirar as cutículas e eu digo que costumo só tirar os (poucos) espigões ao que ela diz OK e aplica-me um gel supostamente para amaciar a cutícula. Entretanto começa a trabalhar e eu fico muito admirada do material que ela está a retirar porque se eu não tenho cutículas visíveis de onde é que aquilo saiu? Já tinha terminado a primeira mão quando percebi que ela estava efectivamente a raspar-me a camada superior da superfície das unhas, que a seguir alisou com uma daquelas limas em bloco de esponja. Não percebi o propósito, nunca me fizeram isto numa manicure e achei desnecessário, porque (i) as minhas unhas naturais são muito lisinhas e bonitas, e (ii) são algo finas e fazer-lhes isto constantemente enfraquecê-las-ia bastante. Também achei que as margens do verniz não ficaram tão perfeitas como eu costumo fazer, mas enfim.


Gostei, no entanto, bastante da cor que me aplicaram: um grená com micropartículas de brilho prateado, que uma vez aplicado o verniz se tornam praticamente invisíveis mas lhe dão um brilho extra, evitando que pareça quase preto como acontece às vezes com estes tons.

Em conclusão, não voltava a fazer manicure, mas comprava o verniz. Acontece.

8 comentários :

  1. Já me aconteceram episódios muito semelhantes. Sabes o que eu acho? Elas devem achar que SÓ tirar o verniz não deixa transparecer o quão profissionais elas são, então têm de dar um ar da sua graça ao fazerem coisas que nós não pedimos. No entanto, a cor do verniz é liiiinda! É mesmo a minha praia. *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É lindo não é? E na foto ficou um pouco escuro. Se for visto à luz do sol é mais bordeaux mas aqueles brilhos dão-lhe mesmo um ar de graça!

      Eliminar
    2. Tenho que ver se o encontro, até pq já ando para os experimentar há imenso tempo! E que tal a durabilidade deles?

      Eliminar
    3. Dois dias e continua perfeito. Mas já agora tenho de acrescentar um pormenor: ela aplicou-me um top coat da Essie, o frasco estava embrulhado em fita adesiva mas a forma era inconfundível. Acho que era o Good to Go. Secou super rápido e muito perfeito e brilhante, estou impressionada :-P

      Eliminar
  2. Olá Patuxxa,
    Já tive alguns episodios tão desagradáveis com manicures que tenho bastante medo de arriscar o desconhecido, sobretudo desde que uma criatura (porque não tem outro nome) me deixou 8 unhas/cutículas a sangrar em 10, mas pronto. Quanto à cor gostei também muito dela, tenho alguns vernizes da L'Oréal Paris e gosto muito deles, são fáceis de aplicar e duram qb.
    XOXO

    ResponderEliminar
  3. E é impressão minha ou ela deu-lhe uma golpeada aí num dos dedos? O problema das esteticistas é aplicarem a mesma fórmula a toda a gente, independentemente da pele ou unhas serem finas ou grossas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Felizmente é impressão! É só o verniz que não está bem aplicado... mas é exactamente isso que me irrita, a pessoa liga a cassete e só desliga no fim...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...