desaparecidos em combate #13: Pai Skincare, Sisley, Malin+Goetz, The Body Shop


E hoje temos um pequeno ajuntamento, porque estas coisas são assim: passas meses sem acabar um produto e depois são três ou quatro de uma vez só. Em primeiro lugar temos o Rice Plant & Rosemary BioAffinity Tonic da Pai Skincare, do qual vos falei anteriormente ao escrever sobre a minha rotina da marca. É um tónico diferente por recorrer ao sistema de pulverizador, e apesar dos 50ml da embalagem parecerem pouco, a verdade é que durou tanto ou mais que os 30ml do hidratante. Voltaria a comprar, sem dúvida. Ainda não me apareceu um item desta marca que não me tenha impressionado.


Lágrimas pelo estertor final da minha adorada Masque Creme a La Rose Noire da Sisley... Falei-vos dela há muito tempo e nada tenho a acrescentar, adoro e sem dúvida recomprarei no futuro. Não é barata (esperem por uma promo de 20% ou troquem pontos acumulados) mas atenção, que dura imenso: creio que me deu cerca de uma centena de utilizações (quase dois anos, semanalmente mais coisa menos coisa). 


Comprei esta máscara ainda na extinta Zuneta.com; agora o sítio mais prático para adquirir a marca Malin+Goetz é mesmo a Laconicum aqui ao lado... Trata-se de uma máscara de limpeza e "oxigenação" bastante original, que nunca deu problemas à minha pele sensível. Ao aplicar parece um creme-gel espesso de cheiro a amêndoas. Depois começa a magia (e não é à toa que as nossas amigas da Laconicum lhe chamam a "mascara Peta-Zetas"). O creme começa a fazer umas "bolhinhas" que fazem umas cócegas super engraçadas, até se transformar numa espuma ao fim dos cinco minutos de pose. O melhor mesmo é verem este vídeo da marca:


Com vitaminas C, E e proteínas de soja, a Detox Face Mask é muito agradável de usar (para além do efeito dos seus componentes, as bolhinhas são uma espécie de "micro-massagem" muito relaxante) e deixa a pele suave e luminosa. Também já notei que após o uso desta máscara, os pontos negros ficam um pouco mais fáceis de extrair (desculpem a pouco agradável imagem...) 


Por último, o Coconut Shower Cream da The Body Shop em embalagem XL de 750ml. Gosto muito da linha de coco da TBS, mas vi-me à rasca para acabar este gel de banho: o aplicador de pump avariou-se ia o produto apenas a 1/3, obrigando-me a puxá-lo e empurrá-lo manualmente para obter produto. O que era suposto facilitar, empatava. Portanto não volto a comprar estas embalagens da TBS, podem ter a certeza...

6 comentários :

  1. Adoro côco mas não posso utilizar produtos com esse cheiro que só me apetece comprar iogurte de côco daquele bom(ou seja, super cremoso, super gordo e super caro para um frasco) ou pães de deus(de preferência da padaria portuguesa devido ao ridículo que a quantidade de coco é, e especialmente bons se aquecidos no forno). Vês o que acontece com uma simples menção inocente?

    Muito curiosa de experimentar esse tónico, ando tentada a comprar o "regime" completo da marca e a ver como me dou, agora que a minha pele parece andar a mudar outra vez.

    Alice

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que engraçado, eu até estava para mencionar isto mas depois achei que não valia a pena: quando comprei aquele gel de banho comprei também uma Body Butter XL (500ml) de coco... e agora raramente a uso! Cheira tanto, mas tanto a coco (tal e qual como aqueles iogurtes de coco da nossa infância) que "mata" qualquer perfume que eu use por cima, daí serem raras as vezes que a uso!

      Eliminar
    2. É esse o meu problema com a maioria dos cremes da Body Shop para o corpo, cheiram bem mas o cheiro agarra-se à pele (especialmente irónico se tivermos em conta que os perfumes nunca duram na minha pele). Uso perfume ninguém nota, meto creme da body shop reparam. Se notares banho á noite, talvez se dissipe mais, é o que faço ás vezes. Ou então embraças(tradução literal que o google se recusa a dar como certa) o cheiro a côco.


      Da próxima vez que fizerem promoções vou investigar a linha de rosas, a ver se finalmente encontro algo que dure em mim.
      Alice

      Eliminar
  2. Vendeste-me tão depressa a máscara Peta-zetas... (lá vai mais uma para a lista que, se não tenho cuidado, ficar com mais produtos do que os que tenho para terminar - ahahah, olha que belíssima desculpa!).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha! Olha, mas também te digo que no género (e com o "caveat" de ter aplicado apenas uma vez) acho que a Glycolactic Radiance da REN tem efeitos mais visíveis. Essa não é Peta-zetas, mas tem um cheirinho incrível a frutos cítricos/tropicais. Se fizessem daquilo em refrigerante eu bebia!

      Eliminar
    2. Ahha, verdade! Tenho a minha a finar-se e aquilo é de facto coisa muito boa, mas incomoda-me que seja uma espécie de geleia cruzada de marmelada, Ainda assim, acho que a Miracle Mask da Nude e a Vinoperfect da Caudalie não são tão boas, pelo que acabarei por recomprá-la. (ainda assim, mantenho a Peta-zetas, porque gostei da descrição :D )

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...