as comprinhas de Paris

Apesar de uns pingos de chuva, os dias passados em Paris foram curtos e preenchidos com belas exposições, boa comida e improváveis encontros com a cultura portuguesa além-fronteiras (pastelarias francesas a servir pastéis de nata a preços absurdos e bares em St. Germain-des-Près a tocar Emanuel). Dêem-me um passeio à beira do Sena e eu serei feliz.


Porque nem só de cosméticos vive a mulher, e os livres de poche franceses são obscenamente baratos. Além de que são o tamanho perfeito para trazer na carteira. Para além das livrarias ao longo do Blvd. Saint-Germain recomendam-se os bouquinistes, os alfarrabistas que fazem o seu negócio nas margens do Sena.


O espólio da Citypharma. Por esta altura, a mítica parafarmácia dos preços baratos e variedade incrível dispensa apresentações. Descrevi-a a uma amiga como "cruzamento entre uma parafarmácia, um supermercado e a oficina do Pai Natal", ao que tenho apenas a acrescentar que esse supermercado é o Pingo Doce no dia da lendária promoção do 1 de Maio. E com efeito, para roubar o título de uma das mais hilariantes Mixórdias de que há memória, "adquirir produtos à bruta" é também uma boa descrição para a Citypharma. Desde que a loja começou a ser falada na blogosfera, fazer lá compras é uma verdadeira loucura, com dezenas de pessoas em todos os corredores e produtos que esgotam e são repostos todos os dias (o Phisiogel A.I. estava esgotado, por exemplo). Se não posso ganhar o Euromilhões, dêem-me o que a Citypharma factura num dia e eu já fico contente. Posto isto, as compras que já iam perfeitamente planeadas são:

Time-Filler Eyes da Laboratoires Filorga. É um lançamento recente (aliás estava nas montras da loja) que tenho debaixo de olho desde que li a review no blog Mostly Sunny. A Filorga é uma marca que descobri muito recentemente quando a Bola de Sabão me deu a descobrir o Hydra-Filler (que também se recomenda vivamente), mas que me parece muito interessante. E isto vem mesmo a calhar porque o meu creme de olhos não dura nem mais uma semana.

Hydrabio Sérum da Bioderma. A linha Hydrabio não se vende por cá. Como o nome indica, tem ênfase na hidratação. Fiquei curiosa sobre este sérum desde que a Make Down o mostrou e vou ver se o consigo usar de manhã quando se acabar o meu sérum actual da Caudalie.

Durcisseur Extra Fort pour Ongles da Herôme. Facto extraordinário: eu, que costumo inspeccionar os talões de compras como uma ave de rapina em busca de presa, só hoje me apercebi que a menina da caixa na Citypharma se esqueceu de registar isto na conta, portanto veio de brinde!!! A Herôme é uma marca holandesa especializada em produtos para mãos e unhas, e este endurecedor tem estatuto mítico desde que a Vic Ceridono lhe teceu rasgados elogios. Tem ainda o selo de aprovação da minha querida Make Down! E bem que preciso disto, porque desde aquela manicure infernal na Beauty Boutique que as minhas unhas se andam constantemente a partir devido ao "removedor de cutículas" que me aplicaram. Só preciso de ganhar coragem para andar duas semanas sem verniz enquanto faço o tratamento!

Soin Multi-Reparation da CicaBiafine. Por cá apenas conhecemos o creme contra as queimaduras e irritações (que tem sido o meu salvador para evitar vermelhidões e borbulhas após a depilação do buço), mas lá fora a Biafine tem uma linha completa de cuidados da pele. Este creminho tem ácido hialurónico, zinco, alantoína e D-pantenol e segundo a marca destina-se a hidratar, reparar e apaziguar a pele irritada. Pareceu-me uma boa opção para substituir o meu Cicalfate da Avène que está no fim.

Serozinc da La Roche-Posay. Já falei dele aqui. O estatuto mítico deste produto comprova-se pelo facto de estar quase esgotado no dia em que estive na Citypharma. O meu agradecimento à D. por me ter tirado duas latas da prateleira de cima, que eu sou um hobbit e não chegava lá.

Deodorant Mineral Fraicheur Thé Vert da Laino. Esqueci-me do desodorizante e comprei este simplesmente porque achei graça ao cheirinho a chá verde. Vai-se a ver e é todo natural, sem parabenos, etc. e tal. É muito agradável especialmente agora no tempo quente!

Éclat du Regard Soin Fraîcheur Défátigant Express da Embryolisse. Bem, trouxe isto um bocado sem saber o que faz mas parece-me muito semelhante a um hidratante em stick da Vichy que eu usei há uns anos (creio que entretanto foi descontinuado) e que era uma maravilha de usar no Verão.

Entretanto e no último dia descobrimos  uma farmácia mais pequena que fica perto do cruzamento Blvd. St. Germain com Blvd. St. Michel e que também tem preços muito simpáticos, sendo bem mais calminha que a Citypharma: é a Pharmacie Bader e fica nos números 10-12 do Boulevard Saint-Michel. Ali comprei ainda o novo protector solar com cor Capital Soleil BB Emulsion Toucher Sec SPF 50 da Vichy. Já o tinha visto em Portugal à venda por € 17,90 e aqui ficou-me por € 12,90. Gosto muito destes solares recentes da Vichy e especialmente desta linha "toque seco" que funciona muito bem como protector do dia-a-dia.

Trouxe ainda da Sephora (e sim, resisti com heroísmo aos balcões da By Terry, da Marc Jacobs e outros que tais) o Les Beiges da Chanel na cor #20, que cá não está à venda. Ora no ano passado eu constatei que a #10 era muito clara e a #30 muito escura, e ao perceber que faltavam cores deduzi rapidamente que a minha seria a #20. E foi uma dedução da qual Sherlock Holmes se poderia orgulhar, porque 100% correcta.

Na Colette comprei um batom da Uslu Airlines que se chama Lisboa (porque não imagino melhor razão para comprar um batom).

Do duty free trouxe o novo Acqua Allegoria Limón Verde da Guerlain. Tenho a dizer que o duty free de Orly (pelo menos da porta 10 do terminal oeste) é bastante fraquinho e apenas está bem servido de Chanel (o Les Beiges lá era € 10 mais barato, se eu soubesse...), Dior e Guerlain. De resto maquilhagem não há mais nada, cremes há Clarins, e depois há a variedade usual de perfumes.


Eu ainda sou do tempo em que havia Kookai em Portugal, pequeninos e pequeninas. Lá matei saudades da marca com uma camisolinha de malha decorada com renda nos ombros e lados, num irresistível bleu myosotis. E houve chocolates.


O duty free era tão fraquinho que a papelaria não tinha nem a Elle nem a Vogue francesas! Sacrilégio! No entanto e como o voo se atrasou acabei por comprar esta revistinha que se revelou muito interessante. 


Finalmente, mais uma comprinha programada: a carteira Naples na cor Plum da marca Brontibay Paris. A Brontibay é uma marca francesa que se distingue pelas suas carteiras em tecido acetinado ou em cabedal muito macio, sempre com formas simples e práticas. A loja online envia para todo o mundo, mas apenas oferece os portes a partir dos € 200 em compras. Já tinha escolhido esta carteira e a respectiva cor, foi só chegar à loja e pedir. Acabei por trazer também um pequenino porta-moedas em tecido Liberty a combinar, depois de os ver expostos na loja. Ao vivo é um bocadinho mais arroxeada que a foto da loja online, mas ainda gosto mais dela assim e é uma carteira leve e prática, com diversos compartimentos interiores.

10 comentários :

  1. Ótimas compras! Se algum dia voltar a Paris tenho de fazer uma visita à Citypharma :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, tanto a Citypharma como a Bader (bem mais calminha) têm preços óptimos!

      Eliminar
  2. Olha que belíssimas compras!
    E que saudades da Kookai... a última vez que enfeirei lá foi nuns saldos de Verão, há meia dúzia de anos, em Barcelona. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pena os preços serem meio salgados, porque gostei de vários artigos. E a loja online, como é usual em terras gauleses, envia apenas para "France metropolitaine"! Estes franceses não percebem a oportunidade que lhes está a passar ao lado...

      Eliminar
  3. Até eu sou do tempo da Kookai cá! :P (toma lá para não teres a mania que és antiga :P) Só espero que esse tratamento da Herôme te safe, que comigo tem resultado, lá está, e do sérum também, já agora! Pronto, esta coisa de sermos amigas e de termos todas bom gosto só nos lixa a carteira xD E a mixórdia era tão eu na Citypharma, com uma vassoura xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha olha pois sabes que à conta disto andei a cuscar e descobri que ainda há uma loja da Kookai aberta em Viana do Castelo, e esta hein?! O tratamento da Herôme comecei ontem, ai o que custa não ter uma corzinha nas unhas mas lá terá de ser!

      Eliminar
  4. Adoro o Serozinc, quando fui às termas da La Roche-Posay falaram-me tão bem dele que tive de ir a uma farmácia correr comprar. E é fantástico!

    ResponderEliminar
  5. Enquanto morei em Paris, desde Agosto até Dezembro de 2013, a Citypharma era a minha desgraça! Não havia uma semana em que eu não fosse lá comprar qualquer coisa, nem que fosse um simples batom Caudalie! O meu namorado passava-se, coitado!!! Pelo Natal então foi a desgraça total! Como diz a Patuxxa, se eu apanhava o dinheiro que eles facturam em 1 dia era muito feliz (ou então o que eu gastei lá também :P )

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...