5 coisas que já deixávamos em 2014

Eu sei que já estamos quase em Fevereiro, mas deixem-me pregar mais alguns pregos no caixão do ano findo, para começar a programação de 2015 com o disco rígido limpo e formatado; que senão o sistema custa a arrancar, isso custa. E vós que me ledes estão a levar com metáforas informáticas porque eu ando há três dias a tentar perceber como funciona o Windows 8 e entretanto faleceu-me um disco rígido externo, ora abóboras.

#01 "Tendências" inspiradas nas Kardashian

Lamento se estou a fazer ruir o vosso mundo, mas a Kim Kardashian não inventou a arte do contorno. Desde os seus primórdios que a maquilhagem joga com luz e sombra, e os precursores do contorno encontram-se entre os muitos maquilhadores anónimos que na era dourada de Hollywood faziam de mulheres como Greta Garbo ou Marlene Dietrich autênticas deusas. O contorno sempre foi usado nas artes de palco e começou a ter divulgação mainstream através do maquilhador Kevyn Aucoin. O meu primeiro livro de maquilhagem foi o Making Faces, que já é da década de 90, e tem uma secção muito clara e bem ilustrada dedicada a este tema. 

Portanto: não, a Kim Kardashian não inventou o contorno. Sim, o contorno é muito útil mas façam o favor de não exagerar que senão parece que têm a cara às riscas. E diacho, já estou farta de ver todas as marcas e mais o cão, o gato e o periquito a lançar produtos de contorno.

Quanto aos lábios da Kylie Jenner, quanto menos se disser melhor. Vamos todos fazer de conta que acreditamos em ti e que isso é tudo natural, querida.

#02 Colar a palavra gourmet a tudo e mais alguma coisa

Sim, o contraste criado pela aplicação de técnicas e ingredientes requintados a pratos comuns e rápidos é um conceito giro e tem resultados interessantes. Ou pelo menos era um conceito giro antes de ter sido copiado e repetido até à exaustão, que agora não se atira uma pedra sem que não acerte numa tasca ou mercearia gourmet. Larguem o dicionário e concentrem-se na comidinha, se não se importam.

#03 Detox

Este tema é um dos meus odiozinhos de estimação, e "rebentou" em cheio em 2014 com aquela modinha dos sumos verdes. O conceito de detox é cerca de 90% falácia (e só não digo que é 100% porque estou bem disposta hoje), pois o corpo humano já tem dois órgãos que tratam da desintoxicação e eliminação de impurezas: o fígado e os rins. Bebam muita água, não fumem e não comam porcarias, que têm o assunto tratado.

Citando um conhecido anúncio radiofónico que muito me irrita, ninguém tem "quilos de resíduos" no organismo a não ser que tenha uma doença muito grave. Já o outro anúncio ao xarope que limpa os pulmões aos fumadores é ainda mais incrível ao mencionar os imensos "componentes nocivos" que supostamente respiramos entre os quais o azoto, gás que compõe 78% da atmosfera do planeta desde há 3,5 biliões de anos. Se isto fosse tóxico, parece-me que não seríamos hoje sete biliões de seres humanos. Mas pode ser que eu esteja errada. Vai-se a ver e é um bom desentupidor de canos.

Quanto ao suminho verde, bem, é sempre bom consumir mais frutas e legumes, mas não fiquem à espera que vos mude a vida. A não ser que entrem naquela história de consumir apenas sumos durante alguns dias que se tem tornado popular ultimamente. Aí a vossa vida irá mudar porque (a) vão passar o dia a correr para a casa de banho devido à grande quantidade de líquidos e fibra ingeridos (b) vão ficar absolutamente esgazeados de fome e (c) bem podem emagrecer, mas o que perderam foi só água e vai voltar num instante quando forem devorar um hamburguer duplo para quebrar o jejum.

#04 Nail art

Em tempos antigos, os membros da aristocracia chinesa - tanto homens como mulheres - exibiam unhas incrivelmente longas e nada práticas, como símbolo da sua riqueza e status. Significava que eram tão ricos que não necessitavam de fazer qualquer trabalho manual. 

Hoje em dia desenham-se Hello Kittys nas unhas, colam-se purpurinas, pérolas, lacinhos, etc. Daqui a umas centenas de anos algum antropólogo irá investigar o significado disto, porque eu francamente não chego lá.

#05 Justin Bieber

Eu até propunha mandá-lo definitivamente para as Ilhas Selvagens, mas acho que a população de cagarras não iria sobreviver à poluição sonora daquela vozinha estridente.

Fonte

E agora vou ver se preparo umas entradas sobre maquilhagem, que isto ultimamente anda muito sério por aqui.

7 comentários :

  1. Palmas. Só lhe juntava o toda-a-gente-tem-opinião-mesmo-que-não-tenha e era feliz. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me digas nada... Que eu já deito o #jesuisistoemaisaquilo pelos olhos!

      Eliminar
  2. Parece-me bem. Posso juntar selfies ridiculas a fazer beicinho? Também já não se aguentam =P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era uma óptima adição à lista mas acho que não temos sortinha nenhuma. Ainda mais agora apareceu uma coisa chamada "selfie stick" que basicamente é um pauzinho para afastar o telemóvel dos fotografados e apanhar mais enquadramento. O mundo está perdido.

      Eliminar
  3. Junta na parte do contorno aquelas "gurus" que acham que contorno e bronzer é o mesmo produto ou que qualquer bronzer dá para contorno. Se metessem a cabecinha a funcionar chegariam á conclusão que algo que é suposto dar a ilusão de que se apanhou sol não vai resultar para "imitar" uma sombra.

    Também odeio o conceito de detox e aliás fiz uma regra que é não comprar produtos que tenham essa palavra no título. Desmaquilhante detox? Come on. Junto também nessa o meu ódio ao "ai os químicos são maus, só uso produtos 100% naturais, orgânicos e biológicos". Enfim.

    Alice


    ResponderEliminar
  4. "Na mouche"...se tivesse um blog, limitava-me a copiar o teu posto, é 1005 o que eu penso :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...